Asus ZenFone 7 Pro Review: o melhor smartphone para selfies

Bruno Coelho

A Asus decidiu manter a sua estratégia no novo ZenFone 7 Pro face ao seu antecessor. Trata-se de um equipamento com uma flip camera (câmara rotativa), que permite assegurar aquelas que são provavelmente as melhores selfies na indústria móvel.

Esta solução também lhe assegura um ecrã sem quaisquer interrupções, e que desta vez dá o salto para um painel OLED a 90Hz. O seu software, um Android quase puro, em conjunto com o Snapdragon 865+ dão-lhe performance que não te vai “deixar na mão”. E a bateria de 5000 mAh é do melhor para quem quer andar longe do carregador (que vem incluído na caixa).

Nenhum equipamento é perfeito, e este design vem com compromissos. O mecanismo e a bateria fazem dele um smartphone pesado (230 gramas). Embora tenhas aqui versatilidade, as câmaras não são do melhor que o mercado tem para oferecer. Já para não falar que embora custe 799 €, este não oferece carregamento sem fios nem qualquer certificação IP.

Asus ZenFone 7 Pro

Vantagens do Asus ZenFone 7 Pro

  • Ecrã OLED de 90Hz sem quaisquer interrupções e com bastante fluidez
  • Flip Camera (Câmara rotativa) que dá versatilidade e qualidade para selfies e vlogging
  • Software bastante limpo (quase Android puro e com pouco bloatware)
  • Bateria de 5000 mAh para um dia de uso intensivo ou dois dias de uso regular

Desvantagens do Asus ZenFone 7 Pro

  • Qualidade geral das câmaras não está ao nível dos melhores do mercado
  • Falta de carregamento sem fios
  • É um equipamento bastante pesado
  • Não oferece certificação (contra água e poeiras) presente noutros concorrentes

Primeiras impressões do Asus ZenFone 7 Pro

Costuma dizer-se que a primeira impressão é a que conta. E a primeira vez que tirei o Asus ZenFone 7 Pro da caixa, vi um equipamento imponente. O seu ecrã sem qualquer interrupção é algo que salta logo à vista, tal como o facto de as suas três câmaras traseiras poderem ser usadas como câmaras frontais.

Na caixa encontra-se também o seu cabo de carregamento, bem como o carregador que te permite carregá-lo até 30W. É também importante referir que a Asus inclui na caixa duas capas protetoras (uma transparente e uma preta). E a cor “Preto Aurora” do terminal é bastante aprazível ao olhar.

Asus ZenFone 7 Pro

Assim que entras no processo de inicialização do smartphone, é de facto de um prazer começar a usá-lo devido ao seu ecrã e desempenho. Além de não haver interrupções de uma notch ou buraco, os 90Hz proporcionam-lhe grande fluidez. Além disso, o Snapdragon 865+ combinado com 8 GB de RAM fazem com que simplesmente voe. Do lado do armazenamento, 256 GB UFS 3.1 também prometem ser mais que suficientes.

O ecrã do ZenFone 7 Pro é fantástico

Até podes não ter aqui um ecrã com o melhor contraste ou brilho do mercado, mas pode dizer-se que a Asus fez um excelente trabalho. Foi dado o salto para o OLED com 90Hz no seu novo topo de gama, que te permite ter uma experiência de navegação, consumo multimédia ou a jogar de grande qualidade.

Em primeiro lugar, os 90Hz fazem a diferença tanto a deslizar pelos menus ou pelas redes sociais, ou em jogos que os suportem. No meu caso, noto uma experiência no Pokémon GO que dá gosto na hora de abrir ou fechar coisas no jogo, ou a realizar ações como batalhas.

Podes escolher nas definições entre os 60Hz e os 90Hz, ou simplesmente colocar em “automático” e deixar o equipamento atuar de forma dinâmica. Desta forma ele irá escolher a frequência de atualização consoante o que estiveres a realizar no equipamento para te poupar bateria.

Asus ZenFone 7 Pro

Agora com um painel OLED, tens aqui uma experiência de consumo de vídeo que faz toda a diferença. Existe um reforço nos pretos, e notas um contraste significativo, por exemplo, a ver uma boa série na Netflix. Este ecrã tem também HDR10+ e até 700 nits de brilho.

Não temos aqui entrada de jack 3.5mm, mas saúdam-se os altifalantes estéreo de qualidade. Embora o superior produza menos som, ambos providenciam um áudio bastante satisfatório para consumir conteúdo.

Câmara rotativa (flip camera) é versátil, mas tem margem de progressão

Este é um equipamento que conta com uma câmara principal de 64MP, abertura f/1.8 e estabilização ótica de imagem. A apoiá-la está uma grande angular de 12MP, com abertura f/2.2 de 113º e ainda uma lente telefoto de 8MP com abertura f/2.4 com capacidade para zoom ótico de 3x.

Graças ao seu mecanismo (testado para durar até 200 mil rotações), consegues ter esta mesma configuração para uso de selfies ou vlogging. Deves ter em conta que usar a resolução de 64MP te faz perder o HDR.

Este é um equipamento que custa 799 € em Portugal, e não esperes câmaras ao nível do melhor do mercado. Com boa luz vais conseguir resultados de bastante qualidade para a sua faixa de preço, tanto na câmara principal como na grande angular.

Asus ZenFone 7 Pro
Fotografia captada com a câmara principal do Asus ZenFone 7 Pro. Vê na qualidade original aqui

Podes contar com boa estabilização, e um bom autofócus. No entanto, em algumas fotografias podes notar algum ruído, e a verdade é que em situações de pouca luz este não “brilha”.

Asus ZenFone 7 Pro
Fotografia captada com a câmara principal do Asus ZenFone 7 Pro. Vê na qualidade original aqui

A lente telefoto é muito bem-vinda e o seu zoom ótico de 3x é satisfatório. Mas facilmente notas o ruído, se aproximares a imagem. No que diz respeito ao vídeo, também tens aqui um pacote bastante interessante.

Asus ZenFone 7 Pro
Fotografias captadas com o Asus ZenFone 7 Pro. Da esquerda para direita: grande angular, principal, zoom 3x e zoom 12x. Vê na qualidade original aqui

É bom ressalvar que a estabilização é de bastante qualidade mesmo a usar o equipamento com uma mão. Podes gravar até 8K a 30fps, 4K a 120fps, 1080p a 240fps, e 720p 480fps.

Como te mostro no exemplo acima capturado em 1080p a 30fps, consegues umas cores interessantes e algum detalhe. E claro, como podes ter a mesma configuração frontalmente, para vlogging este é um equipamento muito interessante.

De referir que a câmara rotativa pode ser controlada enquanto a estás a usar através dos botões de volume. Isto significa que se a quiseres rodar ligeiramente para criar algum efeito ou seguir o sujeito, basta manusear os referidos botões.

O tema das câmaras impera que se fale deste mecanismo. Não senti que apresente quaisquer problemas ou fragilidades, mas lá está, o equipamento foi tratado com o maior dos cuidados. E se estiveres em modo “selfie”, assim que sinta que vai cair, a câmara retrai-se imediatamente como seria de esperar. Além disso, a capa preta incluída tem um botão para que possas “trancar” o mecanismo se assim desejares.

Se fores uma pessoa de selfies e vlogging, é onde este terminal vai verdadeiramente brilhar. Vais conseguir selfies bem detalhadas (até de mais para quem tem rugas), e o vídeo capturado é também de grande qualidade e no modo Pro podes ir ainda mais ao detalhe.

Asus ZenFone 7 Pro
Fotografia capturada com a grande angular do Asus ZenFone 7 Pro. Vê na qualidade original aqui

Desempenho de topo e software limpo no Asus ZenFone 7 Pro

No desempenho há pouco a dizer sobre este terminal. Como já referi, o processador fala por si - é o Snapdragon 865+, o melhor que podes encontrar no reino Android. Quando juntas a isso os 8GB de RAM e a fluidez dos 90Hz, a experiência é de topo.

Além disso, simplesmente adorei esta interface que quase parece de Android puro. E embora tenhamos aqui muito pouco bloatware da marca, o Facebook, Instagram e Netflix chegam pré-instalados. No entanto, podes desinstalá-los se assim quiseres.

Há pormenores que fazem a diferença, e a Asus tem um modo de manutenção de bateria muito interessante nas Definições. Como podes ver na imagem abaixo, podes escolher carregar num ritmo lento para proteger a bateria, agendar carregamento, ou selecionar um limite de carregamento, por exemplo, a 80%.

Asus ZenFone 7 Pro
Manutenção da bateria do Asus ZenFone 7 Pro

Bateria é do melhor que vais encontrar no mercado. Mas falta carregamento sem fios

Este pode ser um equipamento grande e pesado, mas problemas de bateria não vais ter. São 5000 mAh, que te permitem facilmente chegar ao fim do dia com um uso bastante intensivo. Se fores um utilizador regular, a bateria vai durar-te facilmente entre um dia e meio a dois dias.

Asus ZenFone 7 Pro
Carregador do Asus ZenFone 7 Pro incluído na caixa

Observações finais sobre o Asus ZenFone 7 Pro

Ter uma câmara rotativa vem com compromissos. A qualidade das suas câmaras não está, como já referi, ao nível dos melhores do mercado. Falo-te de equipamentos como o iPhone 12 ou o Samsung Galaxy Note 20 Ultra, embora estes sejam substancialmente mais caros.

Além disso, este mecanismo será uma das razões para a marca não poder colocar aqui uma certificação IP68 que o protegesse contra água e poeiras. E claro, quem compre um equipamento destes terá sempre de ter cuidados redobrados caso seja como eu e tenha receio de danificar ou deixar entrar sujidade que possa danificar o mecanismo.

Asus ZenFone 7 Pro

O facto de ser um equipamento grande (6.67 polegadas) e pesado (230g), pode ser um problema para alguns. Não o foi para mim, até porque o retorno é uma autonomia que não consego ter noutros equipamentos que uso.

O carregamento sem fios também não é um problema para muitos utilizadores. Mas sinceramente, por 799€, parece-me que estava na hora de a Asus colocar essa tecnologia aqui em prática (mesmo que sacrificasse velocidade).

Embora tenhas aqui um ecrã OLED, algo que notei imediatamente é que não tens o sensor biométrico embutido no ecrã. A Asus optou por colocá-lo no botão de ligar/desligar, e sinceramente ainda bem que o fez. Achei-o mais preciso do que nas experiências que tenho tido ao usá-lo no ecrã.

Asus ZenFone 7 Pro

Não sou um entusiasta das altas taxas de atualização. Mas a verdade é que os 90Hz parecem-me um bom “sweet spot”, que acaba por não beliscar autonomia (pelo menos neste caso). E sendo eu fã de Android puro, foi bom verificar o bom caminho que a Asus está a seguir nesse sentido.

As câmaras são versáteis, e poder ter qualidade semelhante a nível frontal é algo que agrada a muitos utilizadores. Mas não esperes que estas sejam câmaras ao nível dos “tubarões” do mercado.

Para quem é o Asus ZenFone 7 Pro?

Em primeiro lugar, é para alguém que está disposto a lidar com este mecanismo de flip camera. Isso permite-te desfrutar de grandes selfies, e potencialidade para vlogging em quaisquer condições.

Asus ZenFone 7 Pro

É também para quem gosta de Android puro, e não quer um Pixel ou um OnePlus. Recebe aqui um equipamento bastante fluido, e que simplesmente voa em qualquer tarefa que lhe atirem para cima.

É também um terminal para quem não se quer preocupar com bateria. São 5000mAh que dão para um dia inteiro de uso bem intensivo, e este carrega a 60% em cerca de 35 minutos (com o carregador de 30W incluído).

Especificações do Asus ZenFone 7 Pro

  • Ecrã AMOLED de 6,67" polegadas, resolução Full HD+
  • Taxa de atualização de 90Hz, brilho de 700 nits e 200Hz touch-sampling
  • Processador Qualcomm Snapdragon 865+
  • 8 GB de memória RAM LPDDR5
  • 256 GB de memória interna (UFS 3.1) expansível via microSDXC
  • Tripla câmara flip:
  • 64MP (Sony IMX686 com estabilização ótica de imagem)
  • 12MP (Sony IMX363 com lente ultrawide)
  • 8MP (telefoto, 3x zoom ótico)
  • Leitor de impressão digital na lateral
  • Bateria de 5,000 mAh com suporte para carregamento rápido de 30W
  • Android 10, ZenUI 7
  • Peso de 230 gramas
  • Preparado para o padrão de redes 5G

Se estiveres interessado no ZenFone 7 Pro, podes aquiri-lo a partir do site oficial da Asus. De referir que este equipamento foi gentilmente cedido pela marca, e que podes consultar as fotografias captadas com o equipamento aqui sem perda de qualidade.

Escolhas de design

8

Qualidade de construção

8

Ecrã

9

Performance / Desempenho

9

Interface / UI

8.5

Câmara

7.5

Bateria

9

Qualidade / Preço

7.5

Asus ZenFone 7 Pro

Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Football Manager e o cinema são dois dos seus escapes, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.