Home Android

ASUS investigada por alegadas manipulações de preços

Na verdade, para além da Asus, a Philips, Pioneer e a Denon & Marantz também estão a ser investigadas...

Nos dias em que vivemos, atrevo-me a dizer que o mundo tecnológico nunca foi tão competitivo. Daí que haja necessidade em fiscalizar se toda a gente cumpre os princípios legais previstos para este tipo de comércio.

Nesse sentido, a Comissão Europeia iniciou uma investigação que tem como alvo marcas como a Asus, Denon & Marantz, Philips e Pioneer por suspeitas de manipulação de preços.

   

De acordo com as alegações iniciais, a Comissão Europeia acredita que as marcas em questão tenham violado as regras de mercado (nomeadamente a lei da concorrência) ao impedirem os seus revendedores de fixarem os preços que lhes parecesse mais conveniente nos mais variados produtos desde electrodomésticos a computadores portáteis, por exemplo.

Estas empresas estão ainda a ser acusadas de inflacionar os preços a uma escala mais larga do que apenas a Europa.

Vê também: Motorola Moto G5, Moto G5 Plus e Moto G5 Play – Tudo o que sabemos!

Para já, a Comissão Europeia não adiantou mais pormenores acerca da investigação. Sabe-se apenas que a Philips terá sido a primeira marca a levantar suspeitas uma vez que, desde 2013, vem tentando cooperar com este órgão europeu para esclarecer estas suspeitas.

Quando determinado produto é colocado à venda (por ex. Samsung Galaxy S8), é natural que a maioria dos revendedores o venda com o preço aproximado do preço recomendado pela marca. No entanto, nenhuma marca pode impor determinado preço porque estaria a tirar a liberdade de escolha ao revendedor.

Ora, de acordo com aquilo foi dito, parece que estas marcas estão a exercer estas práticas condenáveis.

Outros artigos relevantes:

Moto G5 deverá chegar às lojas logo após a Mobile World Congress

Samsung J7 (2017): Todas as características e especificações

Nokia P1 – novo vislumbre revela sensor frontal e mais características!

Viaengadget
Fontecomissão europeia
Estudante de Direito e amante de tecnologia. Tudo o que é inovador na vida atrai-me (menos comida muito "fora do normal"). No meio tecnológico, aprecio particularmente smartphones, computadores e automóveis. Integrar a equipa da 4gnews começou por ser um desafio pessoal e agora é um orgulho coletivo.