Apple Watch Series 3
Próximo Apple Watch Series 3 poderá ter um formato radicalmente diferente e não só

O mercado de wearables dominado pela Xiaomi neste momento éestando a gigante de Cupertino em 3º lugar com o seu relógio inteligente segundo avança a Strategy Analytics. Contudo, já no próximo mês de setembro poderemos ficar a conhecer o novo iPhone para além de um Apple Watch Series 3 e as novidades vão muito além de um novo design ou formato para este acessório inteligente.

Vê ainda: Habilita-te a ganhar um Huawei P10 no Patreon da 4gnews

Esta enorme reportagem foi avançada pela agência Bloomberg, sento também avançado pelo site phonearena, entre outros. Segundo consta a empresa de Tim Cook estará a desenvolver um relógio capaz de se ligar diretamente às redes móveis, equipado com conexão LTE. Desta forma libertar-se-ia da dependência do iPhone.

   

Próximo Apple Watch Series 3 não dependerá do iPhone

Atualmente o relógio inteligente da marca necessita de estar ligado (sem-fios) ao teu iPhone para que possa gerir os conteúdos deste. Desde a reprodução de música em stream até ao download de informações de navegação nos mapas e ao envio de mensagens.

Apple Watch Series 3 iPhone
Atualmente os Apple Watch dependem do iPhone

Agora, para o final de 2017 podermos ter os primeiros “Watch’s” equipados com conexão LTE para que, pelo menos alguns modelos possam executar várias tarefas sem estarem dependentes do iPhone.

Segundo a Bloomberg, “o utilizador poderá descarregar novas músicas e utilizar as Apps se deixar o iPhone em casa”. A fornecedora dos chips LTE será a Intel segundo outra fonte próxima do desenvolvimento deste relógio. Relembro que até ao momento a Qualcomm tem sido a construtora escolhida para fornecer os modems e outros chips para os iPhone’s e não só. Contudo, as relações entre Apple e Qualcomm não estão de boa saúde depois de uma amarga disputa legal. Desta forma, a escolha recai sobre a Intel.
A gigante de Cupertino estará já em conversações com todas as principais operadoras norte-americanas e europeias para providenciar uma conexão de dados ao Apple Watch Series 3 segundo avança uma das pessoas envolvidas no desenvolvimento deste relógio.

Importância atual do Apple Watch para a marca é contestável

Este novo dispositivo inteligente, capaz de funcionar sem estar ligado ao iPhone e cujo nome se adivinha Apple Watch Series 3, pode ser adiado com a sua chegada ao mercado a acontecer apenas em 2018.

Para já, é apenas uma possibilidade uma vez que a Apple, Intel e as operadoras preferiram não comentar este assunto.

De momento o Apple Watch é um dispositivo nicho dentro das contas da Apple. Olhando para os números do mais recente relatório fiscal da maçã vemos que o relógio é quase que uma migalha no panorama financeiro geral.

Apple Watch Series 3 iPhone
Próximo Watch poderá quebrar este formato tradicional

Mesmo assim, segundo Tim Cook, trata-se do relógio inteligente mais vendido de sempre com uma larga margem sobre os seus rivais. Contudo, a marca não revela o número exato de relógios vendidos, algo que se verifica com o iPhone, iMac, iPad, etc.

Verdade seja dita, tornar o Apple Watch Series 3 num dispositivo mais independente poderá catapultar as vendas do relógio inteligente, opinião que partilho com analista de mercado Gene Munster, da Loup Ventures. Partilho ainda da sua preocupação com a autonomia de um dispositivo deste género uma vez que os atuais relógios não primam pela longa autonomia e uma conexão LTE necessitará de ainda mais energia.

Finalmente, um Apple Watch independente?

A Apple pode e deve expandir este seu leque de acessórios inteligentes. Com produtos como o HomePod a chegar aos mercados em dezembro será cada vez mais vantajoso ter vários produtos com a mesma ideologia e até mesmo sistema operativo.

A integração entre os vários equipamentos acaba por ser uma mais valia para o utilizador final. Aliás, como já aqui foi avançado, esta estratégia poderá trazer um grande aumento das receitas para a Cupertino.

De qualquer forma, a Apple tem dado alguns passos neste sentido. Note-se que no ano passado o Apple Watch Series 2 ganhou alguma independência do iPhone ao receber conectividade GPS. Algo que lhe permitiu localizar os movimentos do seu utilizador, tornando-o num excelente fitness tracker.

Relógio trará o watchOS 4

Mesmo assim, conseguir acomodar um chip LTE, GPS e uma bateria decente num dispositivo tão pequeno não é tarefa fácil e estará neste momento a ocupar as mentes de vários engenheiros da gigante de Cupertino segundo avança também a Bloomberg.

Por fim, e para além de adicionar uma conectividade LTE ao Watch Series 3, a marca estará a desenvolver uma nova versão do sistema operativo watchOS 4 equipado com o iMessage. Este estará pronto para enviar pagamentos, novos comandos de voz para a Siri, conexão a equipamentos do ginásio, entre outras novidades referidas pela marca em junho na Worldwide Developers Conference (WWDC).
Para mais informações sobre a Apple e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

Setembro será o mês dos grandes anúncios da marca. Desde o novo iPhone 8 até aos iPhone 7s e 7s Plus. Sem esquecer, claro está, o novo Apple Watch Series 3. Qual destes iDevices desperta mais a tua curiosidade?

Outros assuntos relevantes:

Top 5 – As melhores séries que já vi até aos dias de hoje

Samsung – Estas são as primeiras fotos reais do Samsung Galaxy Note 8

Motorola Moto X4 – Será a nova dual-câmara assim tão boa?

Viaphonearena
FonteBloomberg
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).