Muitos podem duvidar da real necessidade do mercado dos wearables neste momento. Basicamente o que estes gadgets têm para nos oferecer é uma extensão das nossas notificações para o nosso pulso. Ou seja, continuam ainda muito dependentes de um smartphone companheiro, mas temos de admitir que tem uma boa dose de conforto.

Embora em menor número quando comparados com os smartphones, os smartwatches vendem e como tal as empresas sentem-se impelidas a desenvolver novos produtos para oferecer aos seus clientes. E a Apple não poderia ser exeção.

   

Vê também: Samsung resolverá o problema do ecrã do Galaxy S8 na próxima semana

Tudo indica que a empresa de Cupertino esteja já a trabalhar na terceira geração do seu Apple Watch. Os rumores acerca do mesmo vão surgindo aqui e acolá, mas por enquanto ainda não temos perspectivas de quando o mesmo será apresentado ao mundo.

Pois bem, o mais recente rumor relativo ao futuro Apple Watch Series 3 avança que o mesmo poderá contar com um novo ecrã micro-LED.

Imagem fonte: www.depositphotos.com

A atual geração do Apple Watch já oferece um ecrã OLED que em termos de qualidade de imagem e gestão energética é já bastante bom. Mas com a migração para os ecrã micro-LED, a Apple quererá avançar ainda mais nestes pontos.

As vantagens de um Apple Watch com ecrã micro-LED

Os ecrãs micro-LED conseguem ser mais finos, mais leves e mais económicos energeticamente. Quer isto dizer que a Apple poderá assim criar um produto ainda mais elegante esteticamente e com uma maior autonomia. Este último ponto é bastante interessante, principalmente para aqueles que não se sentem tão confortáveis com o ter de carregar os seus equipamentos diariamente.

Segundo esta mesma fonte, estes ecrãs micro-LED poderão ser desenvolvidos por uma fábrica própria da Apple localizada em Taiwan. Isto libertaria a empresa de dependências de terceiros para o fornecimento do material necessário para a construção dos seus produtos.

No entanto, é ainda dito que esta fábrica poderá apenas começar a desenvolver estes ecrãs mais para o final do ano. A ser tudo isto verdade, leva-nos a crer que ainda não será este ano que veremos uma nova geração do Apple Watch. Mas lá está, isto não passam de rumores.


Se quiser-mos ser ainda mais arrojados em termos de previsões, esta migração poderá ter ainda impacto no setor dos smartphones da Apple. Isto poderia significar que mais lá para 2019 ou 2020 a Apple possa começar a desenvolver iPhone´s com ecrãs micro-LED. Este seria mais um passo no sentido da auto-suficiência da Apple para o desenvolvimento dos seus próprios produtos.

Mais uma vez friso que tudo isto são rumores e que podem muito bem não surtir o efeito que aqui se acredita. Que a Apple está a investir nos ecrãs micro-LED, isso não há dúvidas – veja-se a compra da LuxVue em 2014, por parte da Apple. Agora quando os mesmos irão aparecer nos produtos da gigante norte-americana, estaremos cá para ver.

Outros assuntos relevantes:

Samsung estará a desenvolver novos ecrãs 4K e 7ª geração AMOLED

HTC U 11: é esta a designação do novo topo de gama da marca

Lançamento do BlackBerry KEYone na Europa é mais uma vez adiado

Viawccftech
FonteBusiness Korean
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.