Home Apple

Apple: Vendas de iPhones continuam em queda, o que se está a passar?

#Apple, #iPhone7, #iPhone, #AppleMusic, #iTunes #Apple, #iPhone7, #iPhone, #AppleMusic, #iTunes Pelo 3º período consecutivo as vendas de iPhones, Mac's e iPads continuam em queda...

iphone-7-4gnews-1-1A Apple acabou de anunciar os seus resultados fiscais para o 4º período de 2016 e os resultados são preocupantes. Por três períodos consecutivos o número de iPhones vendidos tem vindo a diminuir, algo que se reflecte diretamente no valor das receitas. Mesmo assim, a Apple arrecadou 46.9 mil milhões de dólares neste último período fiscal, valor que seria considerado extremamente positivo, não fosse o decréscimo de 9% verificado face ao ano passado (período homólogo).

Vê também: Apple iPhone 7 Plus Review Português | O gigante da Apple

Mais concretamente, neste período fiscal a Apple vendou 45.5 milhões de iPhones, 9.3 milhões de iPads e 4.9 milhões de Macs. Relativamente ao número de unidades vendidas os iPhones registaram uma queda de 5.2% (de ano para ano), ao passo que os iPads registaram uma queda de 6% e uns preocupantes 14% quando falamos do número de Mac’s vendidos. Será que a moda dos PC’s gaming está a afectar o mercado dos computadores Apple?

   

apple-macbook-pro-4gnews

Seja como for, a Apple está prestes a apresentar novos computadores e deveremos ver novos incentivos para a aquisição de um Mac, pelo menos é o que eu espero. Relativamente ao Apple Watch a gigante de Cupertino não divulgou qualquer informação sobre as vendas dos seus relógios inteligentes de primeira e segunda geração. Além disso, é desconhecido o número de vendas dos “outros produtos” da Apple no qual se incluem os seus Beats e alguns iPod’s que ainda são comercializados.

Vê também: Apple iPhone 7 Review Português | Um passo não tão surpreendente

Uma coisa é certa, este ano os iPhone’s tem caído sucessivamente no número de unidades vendidas, talvez o preço dos novos iPhone 7 e iPhone 7 Plus sejam, pelo menos em parte, culpados mas creio que as alternativas Android estejam a roubar cada vez mais clientes à maçã, afinal de contas já é possível ter um Android e não ter Lag. Não esqueçamos também que com o aproximar da quadra natalícia os novos iPhones estarão na lista de desejos de muitas pessoas, bem como o Apple Watch Series 2.

Olhemos agora para o passado e façamos uma ponte com o presente. Esta já não é a primeira vez em que vemos o número das vendas desta marca a cair gradualmente durante o ano até ao período do natal, altura em que por norma a Apple se desforra e obtém lucros muito reconfortantes por isso não estou minimamente preocupado com estas quedas sucessivas, não que deixem de ser negativas mas não são irremediáveis. Contudo, a questão prende-se em saber se o lucro estimado para o período do natal será suficiente para compensar as quedas anteriores.

Pelo lado positivo, os serviços da Apple como a loja iTunes e o Apple Music têm sido extremamente lucrativos para a empresa. De acordo com o CEO da Apple, Tim Cook, as receitas com estes serviços aumentaram 6.3 mil milhões de dólares durante este período fiscal, cifra que representa um aumento de 23.5% face ao período homólogo do ano passado. Em suma, mesmo que o hardware não se esteja a portar tão bem nas lojas, os serviços e ecossistema Apple continuam a crescer a olhos vistos.

 

Talvez queiras ver:

BlackBerry garante que continuará a lançar mais smartphones

OPPO e Vivo superam Huawei e Xiaomi no mercado chinês

Huawei oferece-te vários acessórios na compra dos Huawei P9 e Huawei P9 Plus

ViaEngadget
Fontebusinesswire
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).