Apple - Tim Cook afirma que não se juntará iOS e macOS... E ainda bem!

Pedro Henrique
Apple Tim Cook iOS macOS
Tim Cook, CEO da Apple detentora do iOS e macOS

A Apple é a maior empresa do mundo, isso ninguém pode negar. Contudo, as tomadas de decisão que nela são geradas, nomeadamente através de Tim Cook, poderão não ser as mais unânimes. A junção do iOS e macOS num único é apenas uma delas.

Com efeito, depois de tantos rumores recentes que davam como iminente a sua junção, eis que o CEO da empresa de Cupertino veio desmentir que tal venha a acontecer. E fê-lo com fundamento. Isto é, com base numa razão óbvia que, teoricamente, impediria sempre a Apple de tomar tal decisão.

Vê ainda: LG com problemas na produção de ecrãs para o Apple iPhone X de 6.5″

De facto, o iOS e o macOS, ainda que com expressões bastante distintas no meio onde atuam, acabam por ser sistemas operativos semelhantes. Como assim? Verdade seja dita, ambos se caracterizam por serem elegantes, congruentes e, acima de tudo, fiáveis quer a níveis de segurança quer de produtividade.

iOS e macOS são especiais, cada um à sua maneira...

Por outro lado, há bem mais no qual se distanciam. E claro, essa distância é negativa, até um dado momento. No entanto, também tem as suas benesses.

Tim Cook afirmou, por isso, numa entrevista recente que, quando quer trabalhar fora de casa utiliza o macOS e que, no caso contrário, usa o seu iPad ou iPhone com iOS.

Os dois sistemas operativos são, para si, mais especiais por serem diferentes. E só dessa forma, mais uma vez, podem destacar ainda mais as potenciais qualidades de cada um.

Tim Cook tem razão, e a Apple também!

Consequentemente, para Tim Cook e, portanto, para a Apple, não deverá haver perspetivas para juntar macOS a iOS. Em vez disso, a título especulatório, poderá existir algo completamente novo no futuro, isto é, que terá um pouco (e nada) de ambos.

Finalmente, deixa-me dizer, num tom mais opinativo, que até concordo com a filosofia do atual CEO da Apple. Sem dúvida que os dois sistemas poderão não existir no futuro, quem sabe, mas no momento presente todos beneficiam com as diferenças que partilham.

Se ainda não se pode exigir que um iPhone ou iPad se comportem como computadores, visto que o seu hardware, em termos de dimensão, é relativamente limitativo, porque fazer um downgrade daqueles que são os recursos de um (real) portátil? Isto é, o macOS é o melhor que Cupertino tem para oferecer neste momento a um portátil.

Fá-lo bem, portanto, Tim Cook, ao não querer misturar ambos. Quem sabe se o resultado não poderia ser bem mais negativo do que muitos esperam. Veremos o que efetivamente acontecerá. Fica atento(a) às notícias para que não percas nenhum detalhe acerca de tudo aquilo que é a tecnologia falada em português.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Google Play Store está a ser invadida por Apps falsas de criptomoedas

Xiaomi Mi 7 adiado para o 3.º trimestre para trazer o ‘Face ID’ da Apple

Huawei Honor 10: Faz o download dos wallpapers do novo smartphone

Fonte

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.