Apple: Siri fica bem atrás das suas concorrentes Alexa e Google Assistant

Carlos Oliveira
Apple Siri Alexa Google Assistant
Siri ficou em último lugar neste estudo

As Inteligências Artificias começam a ser cada vez mais relevantes no atual panorama tecnológico. Propostas como a Google Assistant, Alexa e Siri são apenas alguns dos principais sujeitos deste mercado. Os mesmos vivem nos nossos smartphone ou nos conhecidos smart speakers. Mas quais os mais preparados para as exigências dos utilizadores? Quais os mais competentes?

Estas são apenas algumas das perguntas para as quais devemos encontrar a resposta antes de comprar um smart speaker. Já se o cenário for a compra de um smartphone, aí as opções serão mais limitadas. Alguns destes agentes são exclusivos deste ou daquele sistema operativo.

Vê ainda: Xiaomi dá um passo em falso no Twitter. Android One vs MIUI

Nos últimos anos temos assistido a um crescimento saudável por parte da Google Assistant e da Alexa. Estas IA têm-se tornado cada vez mais capazes e presentes no nosso dia-a-dia. Será que a Siri está preparada para acompanhar o desenvolvimento destas concorrentes? A resposta chega-nos por intermédio de um estudo realizado pela empresa Loop Ventures.

Para esta comparação, a Loop Ventures colocou à prova as quatro grandes propostas deste mercado. Num total de 782 perguntas efetuadas a cada uma delas, foi testado o desempenho da Siri, Google Assistant, Alexa e Cortana.

Aquela que teve o melhor desempenho neste teste foi a Google Assistant. Esta IA foi capaz de responder corretamente a 81% das tarefas que lhe foram propostas. Um número impressionante e que demonstra bem o trabalho que a Google tem vindo a desenvolver neste mercado.

A Siri da Apple ficou em último lugar num ranking liderado pela Google Assistant e Alexa

De seguida temos a Alexa, com 64% de respostas corretas. No terceiro posto temos a Cortana, da Microsoft, com uma taxa de sucesso de 57%. Por fim, no último lugar, temos então a proposta da Apple, a Siri. Esta foi capaz de responder corretamente a 52.3% das tarefas que lhe foram propostas.

Ora, aquilo que mais contribuiu para este fraco desempenho do produto da Apple foram as limitação do HomePod. O facto do próprio HomePod ter como principal objetivo a reprodução de audio terá aumentado ainda mais as limitação da assistente virtual da Apple.

Neste gadget, a Siri não foi capaz de lidar com tarefas relacionadas com calendário, emails, navegação e chamadas. Se lhe retirarmos estas categorias, o desempenho da Siri sobe para os 67%. Apesar deste baixo desempenho, a Siri foi capaz de entender 99.4% das perguntas que lhe foram feitas. Aliás, ela consegue um desempenho superior à Alexa e à Google Assistant em questões locais e de comércio.

A empresa responsável por este estudo afirma ainda que a Siri soa muito mais humana no HomePod do que no iPhone. Esta aparente humanidade é também superior quando comparada com a Alexa e Google Assistant. Isto porque o produto da Apple não repete todas as perguntas, como fazem as concorrentes já referidas.

Olhando também para o futuro, a Loop Ventures realizou ainda uma pesquisa relacionada com o desempenho no mercado do HomePod. Para eles, este produto poderá colher para si 12% do mercado dos smart speakers em 2018. A liderar o mercado deveremos encontrar os Amazon Echo com 52% do mercado, seguidos pelos Google Home com 32%. Já os restantes deverão alcançar apenas 4% do mercado.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Android Oreo e cores fortes para o ASUS ZenFone 5 Lite

Samsung Galaxy S6 poderá ser atualizado com o Android Oreo

Xiaomi. Porque é que a MIUI não se transforma em Android puro?

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.