Apple continua a vender mais tablets do que a Samsung e Huawei

Rui Bacelar
Apple iPad tablet Samsung Huawei tablets
É um dos mercados mais "mornos" nos últimos tempos. ©cnet

Já desde meados de 2017 que vemos alguns relatórios de agências de análise de mercado a sugerir um novo status quo para o mercado mobile e para o mercado dos tablets. Com várias fontes a apontarem um declínio na dominância da Samsung em ambos os mercados. Agora, graças aos dados da agência IDC já podemos analisar a performance da Apple, Huawei, Samsung e demais construtoras.

E se o calcanhar de Aquiles da Samsung no mercado mobile foi o segmento de entrada. Segmento onde as fabricantes chinesas apresentam alternativas mais cativantes, o mercado dos tablets não se apresenta muito mais favorável. A Huawei conseguiu aguentar-se bem em 2017 e a Apple lidera o segmento com os seus iPad. Note-se que o nome "iPad" é dado pela Apple aos seus tablets.

Vê ainda: Huawei P20 Lite - Imagens reais mostram a monocelha do Apple iPhone X

Segundo o relatório da IDC (International Data Corporation) alusivo ao último trimestre de 2017 a Samsung foi a única das três grandes (Apple, Huawei e Samsung) a registar uma queda. A quebra nas vendas dos seus tablets foi notória, caindo de 8 milhões de unidades vendidas no último trimestre de 2016 para 7 milhões de unidades vendidas no último trimestre de 2017.

Cifra que resultaria numa quebra de 13% de ano para ano sob a ótica trimestral. A quota de mercado d Samsung cairia de 14.9% no último trimestre de 2016 para 14,1% no período homólogo de 2017.

Apple disputa o mercado de tablets com a Samsung, Amazon e Huawei - IDC

Note-se que foi a Amazon com os seus Kindle Fire a registar o maior crescimento com uns impressionantes 50,3% de crescimento trimestral (2017 face a 2016). Nesse último trimestre de 2017 a Amazon ultrapassaria a Huawei e a Samsung, ficando apenas atrás da Apple. A empresa de Cupertino manteve a liderança com uma quota de mercado de 26,8% nesse trimestre. Em seguida podemos ver a tabela de dados fornecida pela IDC

Tabela da IDC com os dados da Apple, Samsung, Huawei, etcSamsung Apple Huawei IDC 1 tablets

Ao contrário da Samsung cujo modelo de negócios passa por vender os tablets com uma boa margem de lucro a Amazon vende os seus tablets praticamente ao preço de fabrico. Algo que compensa posteriormente com o acesso aos serviços fornecidos pela própria. O resultado é bem visível nos tabelas da IDC.

Mais ainda, ao contrário de uma Apple, Samsung, Huawei e praticamente qualquer outra, a Amazon cortou os preços dos seus tablets durante a Black Friday. Algo que certamente contribuiu para a sua subida no mercado. Nem mesmo as alternativas económicas da Samsung ou da Huawei registariam valores comparáveis.

No relatório completo, a IDC menciona especificamente o fracasso dos tablets económicos da Samsung. Aponta as linhas A e E como únicos concorrentes para aos produtos da Amazon, Huawei e até mesmo para os mais dispendiosos Apple iPad. Estes, mesmo assim, continuam a ser os mais procurados.

Tabela da IDC com os dados da Apple, Samsung, Huawei, etc

Samsung Apple Huawei IDC 1 tablets

A IDC refere que os únicos tablets da Samsung a ter uma boa procura foi a sua linha de equipamentos híbridos. Os tablets 2 em 1 que utilizam o sistema operativo Windows para além do Android. Aqui temos incluídos os Galaxy Book.

Olhando para os valores da Apple, a tecnológica norte-americana venderia 13.2 milhões de iPads no último trimestre de 2017. Conseguiria uma quota de mercado de 26.6% e registou um pequeno crescimento anual de 0,6%. Nada mau para um mercado que está bastante parado.

A Huawei nesse mesmo período vendeu um total de 3.5 milhões de tablets com uma quota de mercado de 7,1% nesse trimestre. Também a fabricante chinesa, Huawei, consegui crescer. De 2016 para 2017 cresceriam 11,9% no mercado de tablets. Crescimento que seria apenas ultrapassado pela Amazon.

Opiniões?

Assuntos relevantes na 4gnews:

MIUI 10 chegará em primeiro lugar a estes equipamentos da Xiaomi

Samsung Galaxy S8 já está a receber o Android Oreo 8.0

Huawei. Android Oreo e EMUI 8 já têm data de chegada aos Honor!

Fonte | Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).