Apple regista uma patente que fará dos ecrãs dos seus computadores e smartphones únicos

Filipe Alves
Comentar

Se a Apple foi para a frente com a implementação desta patente nos seus computadores e smartphones, prepara-te para ver uma nova categoria de "privacidade".

Isto porque a nova patente promete que aos ecrãs dos produtos Apple apenas mostrar para onde estás a olhar e "esconder" tudo o resto.

Como funciona esta patente da Apple para os seus ecrãs

Imagem referida na patente da Apple

Terei de colocar em exemplo para mais fácil me explicar. Imagina que estás a olhar para o teu computador de 27" polegadas. Contudo, a informação que estás a ler é privada. Não é propriamente simples esconder essa informação num ecrã deste tamanho.

É aqui que a nova patente da Apple entra. Ao que parece, o ecrã conseguiria detetar para onde estás a olhar e "borrar" todo o resto da imagem no ecrã de forma a ficar impercetível para qualquer outra pessoa.

Melhor ainda, a patente refere que também mascarará a parte "borrada" com informação falsa. Ou seja, que em nada tem relacionado com o conteúdo que estás a ler e que queres manter confidencial.

Quando é que esta patente chegará aos produtos Apple

Uma patente é isso mesmo. Isto é, nada é garantido que a Apple algum dia o transformará para um dos seus produtos. Contudo, temos noção no que está a empresa a trabalhar.

Ou seja, se a Apple considerou patentear esta tecnologia, é porque vê valor na mesma. Para chegar ao ponto da patentear, é também garantido que teve pessoas a trabalhar nesta funcionalidade. Ou seja, por muito que não a vejamos num produto Apple já amanhã ou para o ano, sabemos que um dia pode vir a acontecer.

Editores 4gnews recomendam:

  • Loja online da Xiaomi Portugal (oficial) já está disponível!
  • Xiaomi Mi 10 Pro com 108MP: imagens captadas do espaço são agora wallpapers para o teu smartphone
  • Vodafone, MEO e NOS oferecem 10GB de internet móvel e canais de desporto! Sabe como ativar!
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.