Apple é processada devido às especificidades do ecrã dos iPhone X e XS

Carlos Oliveira
Apple iPhone X
Os ecrãs dos smartphones da Apple são agora tema de controvérsia

Disputas legais são, por estes dias, acontecimentos recorrentes para os responsáveis da Apple. Ao longo dos últimos meses têm sido vários os processos entre a empresa de Cupertino e a Qualcomm. No entanto, agora surge uma nova disputa, levantada por dois utilizadores, relativamente aos ecrãs dos iPhone X e XS.

Com a introdução do iPhone X a Apple mudou drasticamente a aparência dos seus smartphones. Por conseguinte, passamos a ter um ecrã que ocupar quase a totalidade da estrutura frontal do equipamento e ainda uma notch.

Vê ainda: Apple sofrerá uma quebra nas vendas dos seus Apple iPhone em 2019

Foi desta forma que a empresa de Cupertino entrou na moda da redução das margens dos ecrãs dos smartphones. Assim sendo, a Apple começou a publicitar os seus iPhone como sendo "apenas ecrã" na parte frontal.

Dois utilizadores não estão satisfeitos com a publicidade e especificidades dos Apple iPhone X e XS

Enquanto que muitos levam este slogan de forma natural, há quem seja minucioso o suficiente pare reparar que esta não é uma verdade absoluta. Desse modo, nasce uma nova ação judicial contra a Apple em que os ecrãs dos seus iPhone X e XS são o foco.

Em primeiro lugar, importa notar que a queixa foi submetida, esta sexta-feira, junto do Tribunal Distrital do Norte da Califórnia, nos EUA. Uma queixa que para muitos poderá ser encarada como demasiada perfecionista, mas os queixosos pretendem receber o estatuto de ação coletiva.

Apple iPhone X Android Vivo Essential

Em segundo lugar, a base desta queixa tem que ver com a notch, resolução do ecrã e publicidade dos iPhone X, XS e XS Max, tendo o XR ficado de fora. Por conseguinte, temos alguns pontos de queixa no mínimo curiosos e alguns que até têm algum fundamento.

Um dos pontos da queixa está relacionado com o marketing produzido em torno destes equipamentos. Os queixosos argumentam que a publicidade "apenas ecrã" da Apple é tecnicamente falsa. Na verdade, continuamos a ter uma notch e algumas margens laterais, ainda que bastante diminutas.

Ainda sob o prisma da publicidade aos iPhone X, XS e XS Max, é argumentado que os wallpapers são escolhidos minuciosamente para enganar o consumidor. Estes serão escolhidos propositadamente com um fundo preto para mascarar as margens e a notch.

A resolução destes ecrã é também ponto de discussão

Em seguida, os queixoso levam a sua ira para a resolução oficial do ecrã dos smartphones da Apple. A resolução oficial é de 2436 x 1125 pixels. No entanto, estes alegam que os cantos arredondados e a notch retiram 120 pixels verticais aos publicitados.

Apple iPhone X iPhone 8 Huawei

Existe ainda a queixa de que a os iPhone X são falsamente publicitados como tendo uma resolução superior ao iPhone 8 Plus. Isto porque os ecrãs OLED utilizam a tecnologia sub-pixel. Por conseguinte, o 8 Plus contém 6.220.800 sub-pixels, ao passo que os modelos processados possuem 5.481.000 sub-pixels.

Por fim, temos ainda a dimensão oficial do ecrã do iPhone X que também não estará tecnicamente correta. A Apple publicita este smartphone como tendo um ecrã de 5.8 polegadas quando, na verdade, o mesmo terá apenas 5.6875 polegadas. Isto porque os seus cantos cortarão cerca de 1/16 de uma polegada.

Estes são apenas alguns dos pormenores que podemos encontrar na queixa submetida junto da autoridades judiciais nos EUA. Caso queiras observar a totalidade da queixa basta seguires o link da fonte deste artigo.

Editores 4gnews recomendam:

Apple. Proibição do iPhone na China trará consequências irreparáveis

Samsung Galaxy S10 Lite será o mais colorido da nova gama

Epic Games faz asneira e remove Infinity Blade do Fortnite

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.