Apple: problemas graves de segurança explorados por hackers corrigidos pelo iOS 14.4

Abílio Rodrigues
1 comentário

A Apple disponibilizou ontem a nova versão do seu sistema operativo para smartphones, e parece que o iOS 14.4 veio corrigir três vulnerabilidades importantes que estariam a ser ativamente exploradas por hackers. A própria Apple referiu na sua página de atualizações de segurança que os bugs nos iPhones e iPads podem ter comprometido a segurança de alguns utilizadores.

Apesar da informação não foram avançados detalhes sobre estas questões de segurança agora resolvidas. Também não se sabe quem estaria ao certo a explorar estes bugs nem quem são as potenciais vítimas.

iOS 14.4 corrige vulnerabilidades da Apple

Apple iOS 14.4

A Apple não informou acerca da possibilidade do ataque ter tido como alvo um grupo pequeno de utilizadores ou se a sua dimensão assume maiores proporções.

A única coisa que a marca de Cupertino referiu foi que manterá anónima a identidade da pessoa que lhes chamou a atenção para o problema.

Dois dos bugs foram detetados no WebKit, o motor que está na base do Safari e do núcleo do sistema operativo. Alguns exploits bem sucedidos no passado tiraram partido de vulnerabilidades interligadas e não de falhas isoladas.

Os hackers atacam por tendência problemas de segurança nos navegadores de internet como forma de ganhar acesso ao sistema operativo. A julgar pelas informações, mesmo que escassas, parece ter sido exatamente esse o sucedido neste caso.

Não é de todo comum que a Apple admita este tipo de questões, já que se orgulha bastante da segurança dos seus dispositivos. No entanto parece que os seus utilizadores podem mesmo ter sido vítimas de ataques sem que a Apple tenha dado uma satisfação ou forma de se precaverem.

Apple não costuma admitir problemas de segurança

Em 2019 um grupo de investigadores de segurança da Google detetou um conjunto de websites maliciosos que injetavam código nos iPhones das vítimas para conseguirem aceder aos equipamentos.

A resposta da Apple acabou por ser surpreendente, minimizando os potencias riscos a que os seus clientes estavam expostos. Cupertino preferiu descredibilizar as descobertas da Google, mesmo que silenciosamente tenha trabalhado para mitigar a situação.

No mês passado a Citizen Lab descobriu que dezenas de jornalistas viram os seus iPhones sob vigilância graças a uma vulnerabilidade desconhecida até então. Depois de uma investigação descobriu-se que permitia a instalação de software desenvolvido por um grupo sediado em Israel.

A Apple aconselha a instalação urgente e imediata do iOS 14.4 de forma a impedir possíveis acessos indesejados.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.