Apple poderá abandonar os processadores da Intel nos seus Mac já em 2021

Carlos Oliveira
Comentar

Há muitos anos que os computadores da Apple usam processadores da Intel, mas esta parceira poderá começar a desmoronar já em 2021. Isto é o que o analista Ming Chi-Kuo prevê no seu mais recente relatório.

De acordo com as suas previsões, a Apple irá lançar o seu primeiro computador com processador ARM dentro de 12 a 18 meses. Isto porque a empresa americana quer também equipar os seus PC´s com processadores próprios.

Esta teoria não é nova, tendo o mesmo Ming Chi-Kuo falado nisso pela primeira vez em 2018. Dois anos depois dos primeiros rumores, tudo aponta que já não faltará muito para que isso se concretize.

Mac

Apple irá adotar a plataforma ARM também nos seus computadores

O processador que a Apple estará a desenvolver é baseado na arquitetura ARM, tal como os iPhone, iPad e Apple Watch. Isto significa uma mudança de fundo no seu segmento de informática que influenciará os programas que poderás instalar.

Os processadores Intel usam a arquitetura x86, logo programadas desenvolvidos para ela não irão funcionar num processador ARM. Isto restringe bastante o leque de programas compatíveis com este novo Mac, pelo menos numa fase inicial.

Vantagens de um Mac com processador ARM

Nem tudo são más notícias com a transição para a arquitetura ARM. Como temos visto nos computadores Windows, este género de processadores traz grandes benefícios para a sua autonomia.

Além disso, com a Apple a desenvolver os seus processadores, isso irá oferecer uma maior simbiose entre o hardware e o software.Tal como acontece nos iPhone, fará com que os seus produtos tenham um desempenho mais otimizado, já que é a Apple quem controla todo o processo de desenvolvimento.

É óbvio que a Apple não fará uma transição destas de um dia para o outro. Caso esta mudança venha a concretizar-se, ela irá oferecer tempo suficiente aos programadores para estes adaptarem as suas criações à nova plataforma. Por isso, não será de estranhar se na edição deste ano da WWDC, ou na do próximo, a Apple mencione o assunto.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.