Apple pode abandonar Digital Crown do seu smartwatch e optar por algo completamente novo

Mónica Marques
Comentar

A Apple pode abandonar o Digital Crown e substituir este recurso por algo completamente diferente.

De acordo com uma patente agora revelada, a empresa pode optar antes por um conjunto de sensores óticos para uma navegação sem esforço.

Sensores óticos com as mesmas funções que a atual Digital Crown do Apple Watch

A Apple pode estar a equacionar uma alteração de fundo para o seu smartwatch que passa pela substituição do recurso Digital Crown que atualmente permite uma navegação pela interface watchOS, sem esforço e sem necessidade de tocar no ecrã.

Segundo um pedido de patente agora revelado, a empresa de Cupertino, no futuro, pode vir a substituir este recurso por um conjunto de sensores óticos que teriam exatamente a mesma função.

Na documentação entregue à autoridade US Patent & Trademark Office, a marca esclarece que os novos sensores serão usados para detetar e rastrear a entrada do utilizador, o que consequentemente eliminaria a necessidade da Digital Crown.

No mesmo documento, uma das vantagens apresentadas para a substituição do atual recurso pelos sensores é que são reduzidas as peças móveis do smartwatch da Apple. Mas, mais importante que isso, é o facto de libertar espaço.

Sensores óticos podem permitir a integração de uma bateria maior no smartwatch

Por outras palavras, o espaço agora ocupado pela Digital Crown pode ser utilizado de formas bastante mais úteis, como por exemplo,introduzir uma bateria maior ou, até mesmo, sensores adicionais, com outras funcionalidades.

Por outro lado, saliente-se também que a introdução de sensores óticos permitem à Apple adicionar várias outras potenciais funcionalidades na área da saúde. Por exemplo, monitorizar a frequência respiratória e até mesmo a pressão arterial. Esta última seria sobretudo importante, uma vez que o novo smartwatch da Huawei é atualmente o único smartwatch disponível no mercado com esta funcionalidade.

No entanto, devemos ainda ter de esperar algum tempo para ver esta possível alteração de fundo incluída no Apple Watch, uma vez que muitas vezes os esboços demonstrados nos pedidos de patente demoram a chegar ao utilizador final.

iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro Max sem slot física para cartões SIM

Outras notícias relacionadas com a Apple dão conta de que os modelos iPhone 15 Pro e iPhone 15 Pro Max, a lançar no longínquo ano de 2023, podem vir sem slot física para cartões SIM.

Parece que a empresa de Cupertino, vai antes optar por apenas disponibilizar suporte para cartões eSIM para assegurar a conectividade. As mesmas fontes adiantam ainda que a marca pode incluir entradas para dois cartões eSIM, de forma a garantir a funcionalidade do dual SIM.

No entanto, devemos considerar estas informações com muita cautela, especialmente tendo em conta que estamos a falar de modelos que apenas vão ser lançados em 2023. Até lá, a Apple pode mudar de ideias...

Editores 4gnews recomendam:

  • Realme GT2 Pro surpreenderá neste aspeto crucial em smartphones
  • OnePlus 10 Pro será o modelo com carregamento mais rápido de sempre da marca
  • Xiaomi: mais um smartphone dobrável, mas desta vez com uma surpresa
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.