Testes comprovam que Apple não retarda o desempenho de antigos iPhone

Carlos Oliveira
Apple iPhone 6S
Apple iPhone 6S

Recentemente surgiram rumores que levantavam uma possibilidade bastante desleal por parte da Apple, caso se viesse a confirmar. Parte da comunidade tecnológica parecia acreditar que a empresa de Cupertino comprometia deliberadamente a performance de alguns dos seus modelos iPhone mais antigos.

Esta pratica seria levada a cabo após o lançamento de novos modelos para o mercado, com vista em forçar os seus utilizadores a comprarem um dos novos equipamentos. Tal seria levado a cabo através das várias atualizações do seu sistema operativo iOS.

Vê ainda: Fabricantes Android mais interessados no Face ID do que no sensor biométrico no ecrã

Outra evidência que inclinava os mais variados utilizadores Apple para este fenómeno era um aumento inexplicável das pesquisas no Google por "iPhone slow". Estas cresciam consideravelmente após a apresentação de novos modelos.

A Apple não compromete deliberadamente a performance dos seus iPhone mais antigos

Afim de comprovar a veracidade destas alegações, a companhia Futuremark realizou uma série de testes a modelos mais antigos dos Apple iPhone. Para o efeito, foram testados mais de 100.000 exemplares com as versões 9, 10 e 11 do iOS, entre abril de 2016 e setembro de 2017.

Os resultados obtidos pela empresa (que poderás ver na integra na fonte) colocam de parte esta teoria da conspiração. De facto, existem pequenas flutuações no desempenho dos modelos testados neste período de tempo, mas nada fora do que seria de esperar.

Como é óbvio, estes resultados podem ser influenciados pelos diferentes tipos de utilização por parte de cada utilizador. Mas a conclusão que devemos tirar dos mesmos é que, em momento algum, a Apple comprometeu deliberadamente o desempenho dos seus iPhone mais antigos.

Caso tal se viesse a verificar, certamente que tal poderia ter repercussões legais para a empresa fundada por Steve Jobs. Para uma empresa com a dimensão e mediatismo da Apple, a confirmação destas alegações seria um rombo enorme na confiança que a mesma oferece aos seus clientes e investidores.

Assim sendo, coloca-se um ponto final numa teoria que, pelo menos para mim, me parecia descabida desde o primeiro dia. Se és um utilizador de um iPhone 6, por exemplo, podes ficar descansado pois qualquer quebra no seu desempenho em nada tem que ver com a empresa americana.

Outros assuntos relevantes:

Smartphone da Huawei lidera o TOP 10 dos mais usados em Portugal

Microsoft Edge está disponível para Android e iOS para todos os Insiders

H96 Pro+: Uma Android TV Box perfeita para a tua televisão principal

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.