Apple mantém domínio do mercado de smartwatches

Mónica Marques
Comentar

A Counterpoint acaba de revelar os resultados do mercado global de smartwatches e a Apple mantém-se em primeiro lugar.

A empresa de Cupertino é seguida pela Samsung e no terceiro lugar surge uma empresa menos conhecida que ultrapassa gigantes como a Xiaomi e a Huawei.

Apple detém 21,8% do mercado global de smartwatches

A Counterpoint revelou o seu relatório de vendas globais de smartwatches, referente ao terceiro trimestre de 2021. E, sem surpresas, a Apple mantém o primeiro lugar, como a marca mais vendida em todo o mundo, neste nicho de mercado.

De acordo com os resultados agora divulgados, o mercado de smartwatches cresceu cerca de 16% relativamente ao período homólogo do ano passado e registou também uma tendência de crescimento referente ao trimestre anterior de 2021.Por estes números, conclui-se então que este é um mercado em expansão.

Mas vamos falar um pouco sobre o pódio das marcas mais vendidas. A Apple, à semelhança do trimestre anterior, ocupa o primeiro lugar ao deter 21,8% do mercado global deste tipo de equipamentos. Isto apesar de ter registado um descida no share de mercado em relação ao mesmo período do ano passado. De acordo com os especialistas, esta descida fica a dever-se ao atraso na entrega dos novos Apple Watch Series 7.

Já em segundo lugar está a Samsung que detém 14,4% do mercado global de smartwatches. Graças ao lançamento do Galaxy Watch 4, a gigante sul-coreana aumentou a sua quota de 9,9%do trimestre anterior para mais de 14% e subiu ao segundo lugar do pódio.

Huami Technology ganha terceiro lugar pelas vendas na Europa

Mas é a presença da Huami Technology no terceiro lugar que acaba por surpreender. A empresa dos smartwatches Amazfit conta com uma participação de 5,8%, muito graças ao aumento das suas vendas no mercado europeu.

Também a Samsung está a ter sucesso na Europa. De acordo com os analistas da Counterpoint, mais de 60% das vendas do Galaxy Watch 4 ocorreram na Europa e na América do Norte. De forma a manter esta quota de mercado, é expectável que nos próximos dois a três anos, a empresa sul-coreana lance mais modelos a um custo acessível.

WatchOS da Apple e Wear OS da Google foram os mais utilizados

Por fim, no que diz respeito aos sistemas operativos dos smartwatches, sem surpresa, o Apple watchOS e o Wear OS da Google foram os mais utilizados.

Saliente-se que o facto de os wearables da Samsung estarem equipados com o sistema operativo Google, contribuiu e muito para a sua maior utilização no terceiro trimestre do ano.

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple: dispositivo de Realidade Aumentada será tão poderoso como um MacBook
  • Apple iPhone SE Plus a caminho para competir com smartphones acessíveis da Xiaomi?
  • Samsung segue pisadas da Apple e quer mais independência
Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.