Apple mais uma vez em tribunal! Maxell reclama violação de patentes

Abílio Rodrigues
Comentar

A empresa de produção de bens eletrónicos Maxell vai avançar com um processo judicial contra a Apple por violação de mais de 12 patentes relacionadas com o FaceTime e outras funcionalidades dos produtos da tecnológica. Esta não é a primeira vez que a Maxell tenta processar a Apple, com outras tentativas nos anos de 2019 e 2020.

Assim como nos processos anteriores a Maxell acredita que a marca de Cupertino abusou de uma série de patentes que lhes pertencem e procura compensação pelo sucedido.

Apple está a ter um ano complicado em termos legais

Apple FaceTime

Cada uma das 12 patentes descritas pela Maxell conta como uma queixa individual no processo, referindo-se a uma série de modelos de dispositivos da Apple que usam tecnologias patenteadas. Entre esses dispositivos contam-se vários modelos de iPhone, iPad, Apple Watch e computadores Mac.

Estas patentes estão relacionadas com o FaceTime e algumas tecnologias de equilíbrio de cores no software de câmaras da marca californiana. Segundo a queixosa, a Apple apropriou-se também de tecnologias de localização que estão registadas em nome da Maxell.

A Maxell refere ainda que a Apple usa indevidamente uma tecnologia de reconhecimento facial presente na aplicação Fotos, que permite encontrar pessoas na biblioteca de imagens.

Maxell procura compensação financeira

O objetivo do processo é obter compensação por infração de patentes e danos provocados pela perda de receitas e eventuais pagamentos de direitos autorais.

A Apple ainda não se manifestou sobre mais esta acusação, e será improvável que o faça tendo em conta o seu comportamento em situações semelhantes.

Como é também hábito nestas situações a Maxell pretende que seja a Apple a arcar com todas as despesas do processo.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.