Apple - Liderança de Tim Cook poderá revelar-se (outra vez) incoerente

Pedro Henrique

A Apple de Tim Cook passou de um completo sonho para algo que cria bastantes interrogações, mas, acima de tudo, incoerência que não devia existir.

É facto da empresa ter partido, ao longo dos últimos anos, de uma empresa que colocava no mercado um pequeno leque de produtos para uma empresa que lançou seis iPhones em dois anos. Algo que conduz à confusão generalizada sobre que smartphone comprar. X ou XR? 8 Plus ou XR? X ou XS? Entradas USB-C ou Lightning? Seca.

Tim Cook Apple

Também é facto, por outro lado, que durante a última WWDC, foi-nos dito que a empresa de Cupertino continuaria a separar, tanto quanto possível, a App Store dos dispositivos táteis dos MacBooks. Porém, durante a presente semana surgiu informação contrária, dizendo que em 2021 já ambas as lojas estariam conectadas.

Apple ficaria melhor sem Tim Cook a partir de agora?

Logo, assumindo o pressuposto de que tal acontecerá realmente, a verdade é apenas uma. Começa a criar-se uma incoerência como há muito não se via dentro daquela que é, para muitos, a mais inovadora empresa do mundo.

Porém, tal como disse num artigo anterior, não há razão para que a Apple deixe de tomar decisões que a redireccionem no caminho certo – como a de unir as lojas de apps.

No entanto, não deveria acontecer sob alçada da mesma pessoa que meses antes havia dito o contrário. Portanto, que é preciso solucionar um conjunto vasto de pequenos problemas que foram surgindo, é óbvio. Em contrapartida, Tim deveria ceder o lugar a alguém que considere adequado para tal, pois não pode agora contradizer-se a todo o momento.

Pelo menos, é a minha opinião de como redesenhar a Apple para que todas as concorrentes a voltem a temer, tal como temem a Amazon ou a Google. Será possível? Afinal, Tim fez um excelente trabalho até agora no que toca à comercialização de todo o tipo de produtos da marca norte-americana.

Seria difícil para outro CEO vender mais Apple iPhone que Tim Cook. E quem diz smartphones refere também a acessórios para os mesmos, dongles, iPads, relógios inteligentes, etc. No entanto, não se trata de um CEO inovador ou transformador, e é disso que a gigante de São Francisco necessita.

Editores 4gnews recomendam:

Facebook acaba com a app Onavo VPN de uma vez por todas

Potencial da câmara do Nokia 9 PureView mostrado em fotografia

Brawl Stars: Os melhores Brawlers para cada modo de jogo!

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.