Apple lançará o primeiro iPad com ecrã OLED mais tarde que o previsto

Carlos Oliveira
Comentar

Na última geração do iPad Pro, a Apple introduziu a tecnologia mini-LED numa tentativa de aproximar os seus tablets dos benefícios do OLED. Contudo, continuamos à espera que a marca lance o primeiro modelo com um ecrã desse género.

Esse desejo, ao que é agora indicado, será satisfeito um pouco mais tarde do que se previa. Quem o afirma é o analista David Naranjo, parte do consórcio de consultores da cadeia de fornecimento de ecrãs.

Primeiro iPad com ecrã OLED só em 2023

Segundo aquilo que está impresso no seu novo relatório, a Apple só lançará o primeiro iPad com ecrã OLED em 2023. Será um marco muito importante para toda a indústria, catapultando os lucros do segmento dos tablets para mais de mil milhões de dólares no ano seguinte.

iPad Air

Este calendário de lançamento vem contrariar aquilo que outros analistas haviam referido. Nomes como Ross Young apontaram o lançamento do primeiro iPad com ecrã OLED para 2022.

Contrariamente ao que se podia esperar, o primeiro modelo com esta tecnologia será um novo iPad Air. Significa que esta linha de dispositivos provavelmente nunca receberá uma versão com ecrã mini-LED.

Certamente os utilizadores não ficarão muito tristes com essa decisão. Será muito mais vantajosa a utilização de um painel OLED do que um com a tecnologia mini-LED:

Com um painel OLED, os seus pixels são iluminados individualmente. Isto significa que cada pixel só receberá luz quando necessário, resultando em pretos escuros e um melhor contraste das imagens reproduzidas.

A concretização deste lançamento será um marco muito importante para a Apple. Atualmente, a empresa americana apenas disponibiliza painéis OLED nos seus smartphones e no Apple Watch.

Desenvolver um painel para um tablet é bem mais dispendioso do que para os produtos acima mencionados. Isso implica maiores custos de produção, algo que certamente se repercutirá num aumento dos preços quando o novo iPad Air chegar às lojas.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.