Apple: iPhone XS sobrevive um dia nas águas geladas do Canadá

Abílio Rodrigues
Comentar

O iPhone XS foi já lançado há alguns anos mas continua a ser um excelente smartphone graças às suas especificações e à atenção ao detalhe colocada na construção. Prova disso mesmo é o facto de um destes equipamentos ter sobrevivido a quase um dia completo de submersão nas águas gélidas de um porto canadiano.

Segundo a Apple, o iPhone XS tem uma certificação IP68 que lhe permite aguentar até 30 minutos debaixo de água, a uma profundidade de 2 metros. Este episódio mostra agora que o terminal é capaz de resistir a muito mais.

iPhone XS parece bem resistente à submersão

Victoria man jumps into the freezing inner harbour to rescue his iPhone. 🥶 Wondering if it worked afterwards? We have the answer here: https://t.co/K9jRSKLvca#victoriabuzz #yyj pic.twitter.com/ANBbubFAQT

— Victoria Buzz (@victoriabuzzes) 16 de fevereiro de 2021

Roman Czarnomski, proprietário de um iPhone XS, estava a fotografar o Empress Hotel quando deixou cair o smartphone para dentro de água.

Foi-lhe impossível recuperar o iPhone na altura devido à maré alta e corrente intensa, por isso teve de regressar no dia seguinte para tentar a sua sorte.

Czarnomski mergulhou então nas águas geladas e conseguiu recuperar o telefone. No vídeo em cima não se consegue ver se este está funcional mas o seu dono relatou ao jornal Victoria Buzz que é esse o caso e que tudo funciona perfeitamente.

Apple não aconselha este tipo de tratamento

As companhias indicam um determinado número de minutos que um smartphone aguenta dentro de água como forma de se salvaguardarem contra eventuais usos indevidos.

Parece claro que muitos equipamentos são capazes de aguentar bem mais do que aquilo que está certificado, mas é sempre desaconselhável utilizar material eletrónico dentro de água.

A história aqui relatada teve um final feliz, mas isso não quer dizer que todos os episódios tenham o mesmo desfecho. São vários os casos de submersão durante períodos muito inferiores que inutilizam os smartphones por completo.

Para referência, é sempre mais prudente evitar a utilização do smartphone junto a corpos de água, mais ainda quando se torna impossível a sua recuperação imediata.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.