Apple iPhone X iPhone 8 Plus iOS
Apple iPhone X repartiu o destaque com os Apple iPhone 8

Os Apple iPhone X, iPhone 8 e 8 Plus foram os responsáveis, na grande maioria, pelos resultados astronómicos que a empresa gerou no segundo trimestre do seu ano fiscal.

A gigante norte-americana teve, de acordo com Tim Cook, o melhor segundo trimestre de sempre, mas há algo a ter em consideração. Com base nas palavras do CEO da Apple, é o X o equipamento que mais se destaca a nível de vendas.

Vê ainda: Huawei não abandonará o Android mas pode socorrer-se do Plano B

Porém, com base nas previsões da Kantar, o iPhone X terá vendido menos que os modelos 8 (em conjunto). Por outro lado, no que toca ao mercado dos Estados Unidos e aos cinco maiores da Europa, acabou mesmo por ser o Apple iPhone 8 o mais vendido.

Parece um pouco inacreditável, mas é verdade. Ao que parece, os potenciais utilizadores acabaram por optar pelo modelo mais familiar. No entanto, não o fizeram por não gostarem do Apple iPhone X, mas sim devido ao diferencial de preços entre eles.

Apple iPhone X não vendeu mais que os iPhone 8 devido ao preço…

Com efeito, é com pouca exatidão que se pode dizer o que realmente aconteceu. Isto é, o único cenário realmente verdadeiro é o de que a empresa de Cupertino superou-se a ela mesma em termos de unidades vendidas e receitas geradas.

Por isso, a grande questão é perceberemos até que ponto continuará a caminhar rumo ao sucesso. Tendo em consideração que, este ano, deverá lançar três novos modelos com um aspeto similar ao do X, no segundo trimestre do ano seguinte, os números poderão ter crescido ainda mais.

Pelo menos, é isso que esperam os vários analistas. Seja como for, retém-se o facto de que os modelos 8 e 8 Plus serem mais relevantes para a empresa do que muitos imaginariam.

Isto é, por alguma razão a empresa norte-americana ainda comercializa modelos de smartphones como esses.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Huawei P Smart vs Huawei P20 Lite – a diferença entre 279€ e 399€

Samsung sente necessidade de reforçar os Galaxy S9 com 256GB

Segmento dos tablets continua a cair vertiginosamente a cada trimestre

Via