Apple iPhone: melhorias significativas nas câmaras só em 2023

Rui Bacelar
1 comentário

Ming-Chi Kuo, provavelmente o analista empresarial mais famoso no "hemisfério" de Cupertino divulgou mais uma nota relativamente aos desígnios da Apple. Segundo a sua convicção, só em 2023 é que veremos melhorias significativas nas câmaras dos iPhone.

O famoso analista de mercado, especialmente dedicado ao estudo da empresa de Tim Cook, acredita que tão cedo não veremos melhorias nas câmaras dos Apple iPhone. O seu parecer baseia-se nas recentes parcerias da tecnológica norte-americana.

Mudanças significativas nos Apple iPhone só em 2023

O analista indica que três grandes empresas fornecedoras de lentes e objetivas para dispositivos móveis, a Largan, Genius Electronic Optical (GSEO) e a Sunny Optical receberam várias encomendas para 2021, preparando-se já para os Apple iPhone 13.

Citando de igual modo as tecnologias que tornam possível a produção dos componentes para o iPhone de 2021, o analista acredita que a "revolução" só acontecerá em 2023. Até lá, com a geração iPhone 13 para 2021 e iPhone 13S para 2022 pouco mudará.

Sem descartar melhorias significativas em outros campos, no quesito fotográfico o mote será "aperfeiçoar" as soluções existentes. Isto é, melhorar a atual implementação e esquema de câmaras fotográficas presente na geração iPhone 12.

O desempenho fotográfico pode melhorar no iPhone 13

Apesar de o hardware não trazer "revoluções", nada impede a Apple de aprimorar o software. Por outras palavras, os resultados podem ser melhores com o aprimoramento da inteligência artificial e da fotografia computacional. Aliás, nestes dois campos a Apple revela uma competência particularmente notória em maximizar a qualidade dos resultados proporcionados ao utilizador.

Assim, contamos com melhorias na qualidade da fotografia e vídeo para a geração iPhone 13 e respetiva sucessora. Algo que não deverá ser motivado por novas "revoluções" na engenharia de componentes, mas sim na engenharia de software.

Por fim, Ming-Chi Kuo partilha ainda algum do seu conhecimento na indústria de lentes e objetivas para aplicação em dispositivos móveis. De acordo com o seu testemunho, a Largan receberá 15 a 25% das encomendas para os modelos high-end de 2021.

Há ainda espaço para a Sunny Optical que trabalhará com a Apple para equipar os iPhone de 2022, altura em que produzirá a maior quantidade de componentes para os smartphones iOS.

A geração Apple iPhone deve ser apresentada em setembro de 2021, com vários rumores e informações já compiladas em artigo.

Editores 4gnews recomendam:

  • Apple AirTags: vê como podem ser os porta-chaves e fios de óculos do localizador
  • Vendas de smartphones usados disparou para mais de 225 milhões em 2020
  • WhatsApp e Telegram são alvo cada vez mais apetecível para hackers
Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.