Apple iPhone bateriaTodos nós acabamos por nor confrontar com o inevitável destino de todos os produtos que adquirimos. A idade não perdoa e nem mesmo o teu Apple iPhone foge dessa realidade. Muitos se perguntam o porquê de os smartphones da Apple ficaram gradualmente mais lentos e até hoje o dedo tem sido apontado várias vezes ao software.

Mas não nos precipitemos ao criticar o sistema operativo da gigante norte-americana. A verdade é que o mesmo é muito bem pensado, acessível e tem talvez a melhor gestão de dados do mercado. Claro, com as novas versões, novas funcionalidades chegam aos vários modelos iPhone, mas isto não justifica, de maneira nenhuma, a forma como desempenho é afetado.

Vê ainda: Google Contacts recebe grande atualização para Android

Aliás, o hardware pode ter um papel fundamental no desempenho do dispositivo ao longo dos anos. Veja-se, no caso dos computadores portáteis, a acumulação de pó/lixo nas saídas de ar, que levam ao aquecimento do computador e consequente redução preventiva do desempenho do CPU com vista ao não sobreaquecimento.

Como é certo, este problema não é tão comum no caso dos smartphones. Mas há outras componentes ainda mais fulcrais, que podem levar à mesma falta de potência necessária para acompanhar as tarefas diárias ao longo do tempo.

E sim, o desempenho perdido é uma consequência do desgaste de determinado componente (ou do próprio), sendo que a bateria é olhada como um elemento bastante “frágil” ao uso intensivo. Pior se torna o caso quando a mesma traz consigo problemas, como foi o caso dos Apple iPhone 6 e iPhone 6s.

Na altura, a Apple resolveu a situação com a reposição de novas baterias. Mas o alarmante número de terminais afetados levou a que a empresa recorresse a uma atualização de software que, quase de forma mágica, acabou por resolver (ou remediar) o problema.

Hoje, através de uma publicação no Reddit, ficamos a conhecer a verdadeira solução que esta atualização traz consigo. Segundo o autor da mesma, a solução que a Apple encontrou passa por uma redução da frequência máxima do processador que equipa estes dispositivos, adequando-se à voltagem com que a bateria vai disponibilizando energia.

Os utilizadores do Apple iPhone 6 e 6s constataram o fraco desempenho dos seus smartphones com baterias defeituosas

Isto acaba por prevenir que o processador absorva demasiada energia da bateria, obrigando o terminal a desligar-se automaticamente. Mas o significado deste sacrificio é bem claro: ao longo do tempo, o processador fica completamente impedido de manter o desempenho de outrora, graças ao constante deterioração da bateria e consequente fraco fornecimento de energia.

E o que permitiu constatar esta situação foram precisamente os utilizadores destes modelos que tiveram direito a uma nova bateria. Segundo os mesmos, o desempenho dos seus terminais mantinha-se fluido e bem capaz de aguentar com as mais recentes funcionalidades do iOS.

Com esta publicação, muitos foram os utilizadores que recorreram à aplicação da GeekBench para saberem o atual estado dos seus dispositivos, ficando surpresos com os fraquissimos valores apresentados neste teste, comparados com os resultados que o próprio aplicativo sugere serem os testes razoáveis parao modelo em questão.

Em conclusão, nem toda a culpa pode ser atribuida a novas versões do software (que por vezes conseguem mesmo extrair um melhor desempenho dos terminais) nem enveredar por um conformismo quanto ao incontornável destino dos smartphones.

Uma falha talvez não prevista pela própria empresa, está a sacrificar o desempenho de smartphones com pouco mais de 2 e 3 anos, algo impróprio para a costumeira durabilidade dos smartphones da empresa de Cuppertino.

Sentiste este problema no teu Apple iPhone 6 ou 6s? Deixa nos comentários a tua experiência e continua a seguir a 4gnews para mais novidades.

Outros assuntos relevantes:

Queres ganhar um Huawei Nova 2? Sabe tudo como participar!

OnePlus 5T – Quando é que chega o Android Oreo 8.0?

Samsung Galaxy S9 – Reconhecimento de íris será garantidamente melhor

ViaPhone Arena
FonteTeckFire (Reddit)
Editor 4gnews e estudante de Direito, nos tempos livres é mais provável encontrar-me a explorar novos géneros musicais, filmes e séries e a passar um bom tempo com amigos e família.