Apple iPhone 12 trará característica que os fãs tem vindo a implorar!

Filipe Alves
Comentar

A Apple prepara o novo iPhone 12 (ou iPohone 11S) para o lançamento já em setembro. Os rumores sobre o smartphone começam a aparecer e hoje é mais um.

Segundo o conhecido analista de mercado Ming-Chi Kuo, a empresa da maçã trincada trará um iPhone 12 com sensor biométrico já em setembro. Os rumores anteriores referiam que o smartphone só traria tal funcionalidade no próximo ano. A esta informação adiciona-se o referido há uns dias pelo Wall Street Journal e pelo Economic Daily News.

O retorno do Touch ID ao iPhone 12 da Apple

Apple iPhone 12

Caso o Touch ID chegue ao próximo iPhone 12, espera-se que a tecnologia seja embutida no ecrã OLED. Ou seja, exatamente o mesmo que vimos noutros modelos no mercado neste momento.

Resta-nos saber apenas que tipo de sensor biométrico é que será implementado. O sensor ultrassónico (usado pela Samsung) é mais seguro que os outros sensores que utilizam uma luz e uma câmara para ver o dedo (OnePlus, Huawei, Xiaomi...), contudo, é também um sensor que demora um pouco mais a desbloquear o equipamento.

Visto que a Apple já há muito que investe na segurança e privacidade do utilizador, não se espera que a empresa facilite neste segmento e nos revele um sensor biométrico ultrassónico como os modelos da Samsung.

Um dos modelos do iPhone 12 poderá não ter esta funcionalidade

Porém, vale a pena referir que esta tecnologia, neste momento, só funciona em ecrãs OLED. Ou seja, se a tecnologia fosse implementada, por exemplo, nos iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max. O modelo "iPhone 11" não a conseguiria reproduzir porque conta com um ecrã LCD. Assim sendo, é possível que a chegada da tecnologia aos iPhones 12 seja apenas para os modelos "Pro".

Em suma, os novos iPhones serão revelados dentro de alguns meses e, como é habitual, até lá saberemos mais sobre os novos smartphones.

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.