Home Gadgets

Apple Glasses: Óculos de Realidade Aumentada só no final de 2021

Quem o diz é Gene Munster, analista da Loup Ventures.

Apple Glasses
Apple Glasses ainda distantes de chegar ao mercado

Já há muito que se espera pela incursão da Apple pelo mundo da Realidade Aumentada. O seu CEO, Tim Cook, já veio confirmar esses planos mas não sem antes que a tecnologia esteja devidamente desenvolvida. Apple Glasses é a forma como o mercado se tem dirigido a este novo produto.

Neste momento o único gadget do género que temos no mercado são os Microsoft HoloLens. Estes são dirigidos ao mercado empresarial, não fosse o seu elevado preço de venda.

Vê ainda: Google está a desenvolver uma alternativa aos HoloLens da Microsoft

Ainda hoje te falamos que também a Google deverá entrar neste mercado. As informações de que dispomos são baseadas em rumores mas tudo aponta para que os mesmos se venham a confirmar.

Já no que toca aos Apple Glasses, esses rumores são já bem mais antigos. Rumores no que diz respeito às suas potencialidades, porque o seu desenvolvimento já foi praticamente confirmado por Tim Cook no passado.

Apple Glasses só em dezembro de 2021, diz analista

Contudo, ainda não se vislumbra a sua chegada ao mercado. Sabemos, desde já, que os mesmos só verão a luz do dia quando a tecnologia em causa estiver devidamente maturada.

Não é costume da Apple lançar para o mercado produtos só para acompanhar a concorrência. A empresa norte-americana faz questão que os seus produtos estejam devidamente preparados para satisfazer as necessidades dos seus utilizadores.

Assim, estaremos ainda bem distantes do lançamento dos supostos Apple Glasses. Estamos ainda a três anos e meio de distância, de acordo com o analista da Loup Ventures, Gene Munster.

No seu mais recente relatório, Munster afirma que estes óculos de Realidade Aumentada só verão a luz do dia em dezembro de 2021. Esta afirmação vem contrariar uma anterior a dar conta deste lançamento um ano mais cedo.

Todavia, este analista acredita ser mais provável vermos este produto chegar ao mercado apenas em 2021. Tudo porque o mesmo está ainda a anos de distância de estar preparado para a ribalta. Isto segundo especialistas de RA com que Munster se reuniu.

Este analisa vai ainda mais longe e avança com o impacto financeiro que este produto poderá ter nos cofres da Apple. Ela acredita que, só no primeiro ano, sejam vendidos 10 milhões de exemplares, com um preço de 1.300 dólares por unidade.

Este produto terá um grande impacto financeiro na empresa

Isto traduzir-se-á numa receita de 13 mil milhões de dólares só nos primeiros doze meses de disponibilidade dos Apple Glasses. Representarão ainda 3% do total de receitas da empresa de Cupertino no ano fiscal de 2022. Já para 2013, os Apple Watch, AirPods e Apple Glasses representarão 71 mil milhões de dólares em receitas.

As questões de privacidade são ainda um dos causadores no atraso da disponibilização deste tipo de gadgets. Aliás, terão sido, precisamente, estes receios os causadores do insucesso dos Google Glasses há uns anos atrás.

No entanto, Munster acredita que no futuro a sociedade não consiga viver sem a Realidade Aumentada. Tal acontecerá quando as questões de privacidade forem acalentadas e a Apple será um das empresas que estará lá para nos vender um destes gadgets.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Samsung Bixby estará presente em diversos eletrodomésticos – IOT

Android Oreo começa a chegar aos ASUS ZenFone 3 Zoom

Motorola Moto G foi o grande impulsionador dos gama média Android

Fonte | Via

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.