Apple: estes foram os modelos de iPhone mais vendidos no último trimestre

Rui Bacelar
Comentar

Os smartphones iOS estão entre os dispositivos móveis mais cobiçados do mercado, mas há modelos que granjeiam uma maior preferência dos consumidores. Com efeito, a empresa de análise de mercado Consumer Intelligence Research Partners mostra-nos agora isso mesmo no seu mais recente relatório. O período em análise foi o segundo trimestre de 2021.

Estes modelos são a opção mais cara da gigante norte-americana, o Apple iPhone 12 Pro Max. Imediatamente em segundo lugar está a opção base da geração anterior, o Apple iPhone 11. Estes foram os smartphones iOS mais vendidos entre os últimos meses de abril até junho de 2021.

O modelo favorito dos consumidores foi o Apple iPhone 12 Pro Max

Apple iPhone 12 Pro Max

A agência de análise de mercado sondou cerca de 500 consumidores Apple inquirindo-os sobre as suas preferências. Importa ainda frisar que a empresa de análise abordou não só os iPhone, mas também outros produtos Apple como os iPad, Mac e Apple Watch.

Entre estes, contudo, destacar-se-iam os iPhone como produto mais popular da gigante de Cupertino. Não obstante, a empresa aponta que o iPhone 12 mini não foi de todo o modelo mais cobiçado, bem pelo contrário, a versão compacta do novo iPhone ficou relegada para o fundo da tabela.

Em seguida podemos ver a distribuição de vendas pelos vários modelos de iPhone cada qual representado por uma cor distinta. Atente-se aos três meses em análise, bem como à comparação entre os meses de junho de 2020 e junho de 2021.

O iPhone 12 mini volta a desiludir face aos demais smartphones Apple

Apple iPhone

Com efeito, apenas 5% dos consumidores mostraram a sua preferência pelo modelo iPhone 12 mini. Este mesmo valor foi registado no iPhone XR, outro dos modelos mais baratos vendidos pela tecnológica norte-americana.

Entre os inquiridos a preferência recaiu nos modelos Apple iPhone 12 Pro Max e no modelo base da geração anterior, o Apple iPhone 11. Cada um destes modelos reuniu 23% da quota de telefones Apple vendidos no trimestre em análise.

Mais ainda, os quatro modelos da geração atual - iPhone 12 - totalizaram 63% da preferência dos consumidores. É um sinal expressivo da adesão aos novos telefones de Cupertino, denotando a boa aprovação dos mesmos pelo público.

Por outro lado, durante o mesmo período (2.º trimestre) de 2020 a gama iPhone 11 reuniria 65% da preferência dos consumidores. É, acima de tudo, um atestado de confiança aos produtos da maçã, além de uma sólida prova da estabilidade para a tecnológica.

Os consumidores optaram pelos Apple iPhone mais caros

Apple iPhone 12 Pro Max

Segundo a Consumer Intelligence Research Partners (CIRP) os consumidores optaram sobretudo pelo modelo mais caro da Apple. Isto, por sua vez, fez aumentar o preço médio dos telefones Apple vendidos no mercado em análise, os Estados Unidos da América.

Assim, este valor aumentou para 869 dólares no trimestre entre abril e junho de 2021, sendo "consideravelmente superior face ao trimestre homólogo", segundo a agência.

Apple iPhone

Por fim, a CIRP destaca ainda como positiva a maior tendência de compra de equipamentos Apple através das lojas físicas da maçã. É um sinal da maior adesão aos canais oficiais de Cupertino, desde a sua loja online às suas lojas físicas.

Os indicadores aqui apresentados são um bom augúrio para o lançamento da próxima geração de telefones iOS. Até ao momento, contamos com a apresentação dos iPhone 13 no próximo mês de setembro, com o lançamento no mercado a ocorrer pouco depois.

Ainda que o mercado atravesse uma escassez de componentes que ameaça atrasar o lançamento de vários produtos, a Apple terá contornado estas dificuldades ao dar início à produção em massa dos novos iPhone algumas semanas mais cedo.

Numa última nota, reunimos as novidades esperadas para os próximos iPhone em artigo prévio, com a súmula do que tem vindo a ser divulgado na Internet.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.