Apple estará a preparar dois smartphones dobráveis, aponta rumor

Rui Bacelar
Comentar

A Apple apresentou recentemente a gama de smartphones iPhone 13. Por outro lado, a rival sul-coreana e atual líder de mercado, Samsung, deu a conhecer uma nova gama de smartphones dobráveis em agosto último, isolando-se cada vez mais nesse segmento.

Graças a uma aposta contínua no segmento dos smartphones dobráveis a Samsung está já na sua terceira iteração deste arrojado conceito de forma. No entanto, surgem agora novos rumores a sugerir o desenvolvimento de dois smartphones dobráveis de Cupertino.

Pelo menos dois telefones dobráveis estarão em desenvolvimento

Apple iPhone smartphone dobrável
Representação digital (render) do possível iPhone dobrável.

A curiosidade em torno dos possíveis smartphones dobráveis da Apple é inegável. Aliás, é uma quase certeza o seu desenvolvimento atrás das cortinas de secretismo de Cupertino uma vez que toda a concorrência de relevo o está a fazer em pleno 2021.

Veja-se a Xiaomi, bem como a OPPO, ou até mesmo a Vivo. São cada vez mais as fabricantes a apostar publicamente no formato de smartphone dobrável, ainda que a sua viabilidade de mercado possa ser alvo de contestação. A propósito, recordamos o exemplo da TCL que abandonou temporariamente este segmento.

Face ao exposto é com naturalidade que damos conta dos novos rumores a sugerir um possível iPhone dobrável para 2023. A fonte aponta, no entanto, que tal dispositivo não chegará antes desse ano e após extensos testes, adaptações e desenvolvimento.

Apple terá seguido os exemplos dos Galaxy Z Fold e Galaxy Z Flip da Samsung

Apple iPhone dobrável
Representação digital (render) do possível iPhone dobrável.

A fonte sugere o desenvolvimento de dois formatos no seio de Cupertino. O primeiro dobrará verticalmente, tal como o Samsung Galaxy Z Flip. O segundo, contudo, optará por um eixo de dobra vertical que o fará dobrar horizontalmente como os Galaxy Z Fold.

Esta mesma fonte refere que o projeto está ainda nas suas fases iniciais e que pouco de palpável existe para além da exploração de ambos os formatos e conceitos para smartphones dobráveis. O interesse da Apple existe, mas estão atualmente limitados aos formatos já explorados pela rival Samsung.

Existirá atualmente um protótipo funcional com ecrã de 7,5 polegadas, ecrã OLED da LG, margens diminutas e claro, com a possibilidade de dobrar. De acordo com a mesma fonte, a Apple quererá usar um novo tipo de ecrã OLED, sem que os seus detalhes sejam conhecidos.

Ming-Chi Kuo acredita num iPhone dobrável até 2023

Kuo é um dos analistas mais famosos, dedicados ao escopo da Apple. É, com efeito, a sua convicção que até 2023 ficaremos a conhecer um iPhone dobrável com ecrã OLED de 8 polegada. O analista aponta ainda que o volume de vendas em 2023 estará entre 15 a 20 milhões de unidades expedidas.

Esta fonte aponta ainda que inicialmente a Apple será incapaz de ultrapassar a Samsung. Mais concretamente, prevê que em 2023 a quota de mercado da Samsung no setor dos dobráveis esteja já nos 75% com o primeiro iPhone dobrável a chegar como mera curiosidade ao mercado.

Kuo sugere ainda que em 2023 o mercado de smartphones dobráveis totalizará mais de 90 milhões de smartphones vendidos. Esta cifra deverá chegar aos 100 milhões de dispositivos vendidos no ano de 2025.

Entretanto, fabricantes como a Xiaomi, OPPO e Vivo continuarão a desenvolver este segmento. Com efeito, contamos com novos dispositivos dobráveis destas gigantes chinesas a serem revelados ainda em 2021, chegando ao mercado o mais tardar em 2022.

Em síntese, teremos smartphones iOS a adotar este formato dobrável num futuro ainda distante. O interesse de Cupertino está registado, mas resta saber se a tecnológica considera comercialmente viável a produção de um iPhone dobrável.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.