Apple: esta funcionalidade do iMessages não está a funcionar com versões mais antigas do iOS

Mónica Marques
Comentar

O iOS 16 traz consigo duas funcionalidades muito aguardadas pelos utilizadores: a capacidade de editar e cancelar mensagens enviadas.

Mas, para já, os utilizadores que instalaram a versão beta 16.2 e que executem uma versão mais antiga do software, não vão conseguir utilizar este recurso tão útil.

Editar e cancelar mensagens na app iMessages não é possível com software mais antigo

Apple iOS
Versão estável do iOS 16 deverá chegar aos utilizadores no final do verão de 2022 Crédito@Apple

Dois dos recursos mais aguardados e desejados pelos utilizadores vão ser disponibilizados pelo novo iOS 16 da Apple. Falamos da capacidade de editar ou cancelar mensagens já enviadas pelo serviço iMessages da empresa.

Com as novas funcionalidades, os utilizadores Apple vão conseguir editar mensagens já enviadas para o destinatário, como cancelar mensagens que estejam já alocadas à caixa de entrada do recetor. Saliente-se que ambos os recursos só vão funcionar entre dispositivos iOS que comuniquem através da aplicação iMessages.

Mas o site 9to5Mac descobriu que, para já, estes novos recursos não estão a funcionar como era suposto. De acordo com aquele site, quem instalou a versão beta iOS 16.2 num terminal que execute um software mais antigo, não vai conseguir utilizar as funcionalidades em toda a sua plenitude. Isto porque, depois de editarem a mensagem enviada, irá surgir a informação de que o texto foi editado ao destinatário.

Uma vez que ainda falta algum tempo para os utilizadores conseguirem aceder à versão estável do novo iOS 16, que está prevista para o final deste verão de 2022, é provável que até essa data a Apple resolva a questão e disponibilize as funcionalidades tal como estas foram anunciadas.

Quando tal acontecer, de acordo com a Apple, as mensagens editadas vão substituir automaticamente a mensagem anterior, assim como as mensagens canceladas vão desaparecer da caixa do destinatário. Mas claro que estes recursos só vão estar disponíveis para terminais que executem o iOS 16 mais recente (e estável) e com mensagens trocadas na aplicação iMessages.

iPad também perde uma funcionalidade com o novo iOS 16

iOS 16.0 Beta 2 (20A5303i) changes 🧵: New faces in the Memoji splash screen video. pic.twitter.com/zbT2tXAFmK

— Steve Moser (@SteveMoser) 22 de junho de 2022

Também o tablet da Apple vai perder uma funcionalidade com o novo sistema operativo da empresa. Steve Moser, programador de iOS e colaborador do site MacRumors, acaba de publicar na rede social Twitter a sua descoberta.

De acordo com Moser, quando se atualiza um iPad para o iOS 16, surge a seguinte mensagem: "é necessário um hub doméstico para aproveitar recursos como receber notificações de acessórios". A mensagem informa ainda que o iPad não será mais suportado como um hub doméstico.

Interessado neste ponto em específico, o site Tech Radar esmiuçou a página Web do iOS 16 e descobriu que a Apple não só confirma esta informação, como acrescenta que apenas os dispositivos HomePod e Apple TV podem ser utilizados como hub domésticos.

O mesmo site contactou a empresa de Cupertino para mais explicações, mas não obteve resposta da gigante tecnológica. Vários especialistas avançam que a Apple terá optado por este caminho para apoiar o suporte Matter.

Suporte este que está a ser desenvolvido por várias empresas, nas quais se inclui a Apple, Google e Amazon, e que será um protocolo universal de controlo de casas inteligentes.

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.