Apple deverá lançar o primeiro iPhone dobrável em 2023

Carlos Oliveira
Comentar

Nas últimas semanas muito se tem falado no primeiro iPhone dobrável. Rumores apontam para que a Apple já esteja a trabalhar no projeto e já temos indicações de quando o produto poderá ser revelado.

A possibilidade é de que a Apple possa lançar o primeiro iPhone dobrável já em 2022. Quem o afirma é o conceituado analista Ming-Chi Kuo, na sua mais recente nota enviada aos investidores.

Esta calendarização vem contrariar um rumor recente que apontava para 2024, na melhor das hipóteses. Essa mesma fonte levantou ainda incertezas face à crença que a Apple atribuirá a este projeto.

iPhone dobrável

Primeiro iPhone dobrável poderá ser semelhante ao Galaxy Z Fold

Ming-Chi Kuo afirma que a Apple deverá lançar um smartphone dobrável com um ecrã entre as 7,5 e as 8 polegadas. Esta será a diagonal do ecrã do dispositivo quando totalmente aberto, assumindo dimensões equiparáveis às do iPad Mini.

Isto significa que a Apple prepara um equipamento dobrável que apenas terá dimensões de um smartphone quando dobrado. Ou seja, uma filosofia semelhante à linha Galaxy Z Fold da Samsung.

Também este ponto vem contrariar rumores já falados nas primeiras semanas deste ano. Aí, foi apontado que a Apple estaria inclinada para a conceção de um produto com uma abordagem inspirada na linha Galaxy Z Flip da Samsung.

Kuo afirma também que o desenvolvimento do iPhone dobrável "ainda não começou oficialmente". Algo que não deixa de ser curioso apesar do analista se mostrar confiante de que o lançamento do produto acontecerá dentro de dois anos.

Sã várias as incongruências entre o relatório agora partilhado por Ming-Chi Kuo com alguns rumores que já foram partilhados nas últimas semanas. Algo que atesta o facto de o desenvolvimento deste produto estar longe de estar fechado.

Ming-Chi Kuo, é, no entanto, uma das fontes mais credíveis no que concerne aos desígnios da Apple. Este analista já se revelou correto inúmeras vezes anteriormente, mas temos de esperar por mais dados para percebermos qual será o caminho escolhido pela tecnológica americana.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.