Apple deixa Samsung para trás no segmento mais cobiçado do mercado de smartphones

Rui Bacelar
Comentar

As vendas de smartphones premium continuam a aumentar em 2021 e a Apple deixa a Samsung e demais concorrência cada vez mais para trás. Segundo o novo relatório da agência Counterpoint Resarch, a hegemonia da Apple neste segmento é agora plena.

Mais concretamente, a tecnológica de Cupertino tem agora 57% de quota de mercado no segmento premium. Em segundo lugar está a Samsung com 17% e, em terceiro lugar, a Huawei com 6%, empatada com a Xiaomi (6%). Em quinto lugar figura a OPPO com 5%.

Vendem-se cada vez mais smartphones caros, sobretudo no "reino" Apple iPhone

Apple iPhone Counterpoint

Em primeiro lugar, no 2.º trimestre de 2021 temos a Apple com 57% de quota de mercado, um aumento face aos 48% detidos no período homólogo de 2020. Em segundo lugar, a Samsung com 17% cai desde os 22% que havia registado no ano passado.

Em terceiro lugar, a hecatombe da Huawei torna-se notória, passando de 17% em 2020 para 6%. Em ascensão está agora a Xiaomi, passando de 4% para 6% em 2021, bem como a OPPO que viu a sua quota de mercado aumentar de 2% para 5%.

Importa, contudo, frisar que a CounterPoint Research considera premium os dispositivos móveis com um preço de venda ao público recomendado igual ou superior a 400 dólares. Engloba, portanto, parte do segmento de gama média e toda a gama alta.

O volume de vendas de smartphones caros aumentou 26% em 2021

Apple iPhone 13 Pro
Os vários esquemas de cor disponíveis para os Apple iPhone 13 Pro.

De acordo com a fonte, durante o segundo trimestre deste ano, para este segmento de preços (400 ou mais dólares), o volume de smartphones vendidos aumentou em 26%. Isto traduziu-se numa maior quantidade de smartphones "caros" a chegar às mãos dos utilizadores por todo o globo.

"Parte significativa do mercado premium cresceu durante o segundo trimestre de 2021 graças à Apple. A empresa registou um aumento de 74% de ano para ano no volume de vendas, aproveitando o forte ímpeto gerado pelos Apple iPhone 12. Deu-se iníicio a um novo ciclo de substituição de telefones, com o fator 5G a ser preponderante para o acelerar desta tendência.", aponta a Counterpoint.

"(...) a cadeia de produção da Apple também se mostrou extremamente resiliente aos rigores impostos não só pelo cenário pandémico, mas também pela escassez de chips. Ganhou, de igual modo, um novo fôlego com a queda da Huawei em regiões como a China e Europa. A Apple foi a maior fabricante mundial de dispositivos premium em todas as regiões do globo.", conclui a agência de análise de mercado.

Compramos tendencialmente smartphones mais caros

Apple was the largest OEM in the #premium segment across all regions🚩#Apple sales ⬆ 74% YoY🚩Strong momentum of the iPhone 12 series🚩#iPhone users continuing to upgrade to 5G🚩Resilient supply chain managed #Components shortages🚩Gained from the decline of @Huawei pic.twitter.com/qsq2Z8Ijyr

— Arushi Chawla (@ChawlaArushi) 15 de setembro de 2021

As conclusões da agência de análise de mercado são inequívocas. A contribuição do segmento de smartphones premium para o total de vendas global tem aumentado. Ao passo que no segundo trimestre de 2020 este segmento representava 21% do total de vendas globais, em 2021 este valor aumentou para 24%.

Vemos também a Samsung a contrair ligeiramente no seu segundo lugar, mas poderá agora recuperar alguma quota de mercado com a nova geração de smartphones dobráveis. Recordamos, a propósito, que os Galaxy Z Flip 3 e Galaxy Z Fold 3 seriam apresentados em agosto último, já bem no terceiro trimestre do ano.

Concomitantemente com a divulgação deste estudo, arrancam hoje as vendas da nova geração de iPhones, os Apple iPhone 13. Os preços em Portugal começam nos 829 €, contribuindo assim para o segmento de smartphones em questão.

Antes de ires, aliás, vê todas as informações sobre a nova gama iPhone 13 em Portugal.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.