Apple. Comissão Europeia investiga a compra do Shazam

Rui Bacelar
oficial aplicação compra Apple Shazam negócio milionário Comissão Europeia
A aquisição milionária está agora a ser alvo de escrutínio pela Comissão Europeia

A 11 de dezembro surgiria a confirmação de compra da Shazam pela Apple. A manobra foi efetuada de forma muito rápida com os rumores sobre a mesma a serem difundidos escassos dois dias antes, a 9 de dezembro. De uma só empreitada, a tecnológica de Cupertino adquiriu assim o icónico serviço de identificação de músicas. Agora, Comissão Europeia investiga o negócio.

Tal como nos conta a publicação The Verge, o negócio milionário despertou algumas preocupações junto da Comissão Europeia. Em comunicado oficial na página institucional a Comissão afirma que irá investigar criteriosamente todos os detalhes desta aquisição. Baseia-se em receios sobre um possível compromisso da competitividade e do mercado livre (livre concorrência).

Vê ainda: Samsung Galaxy S9. Tudo o que já sabemos

Um considerável número de países no qual se incluem a França, Islândia, Espanha e Áustria terão pedido à Comissão Europeia para investigar a aquisição do Shazam pela Apple. Pretendem averiguar se o negócio é permitido à luz das diretivas europeias e dos princípios da União.

Mais sucintamente, estes países querem saber o quão grande ameaça pode ser a aquisição do Shazam pela Apple para a concorrência local e regional. Perante estes temores, a Apple terá que solicitar a aprovação da Comissão Europeia. Note-se que aqui o regulador europeu pode simplesmente dar o seu aval.

Comissão Europeia atenta à compra do Shazam pela Apple

Já por outro lado, a Comissão Europeia pode iniciar uma investigação mais profunda e criteriosa. Algo que em última análise poderia atrasar todo o processo de integração da Shazam na estrutura empresarial da Apple. Teremos que esperar pela próxima ação da entidade supra-nacional.

A tecnológica de Cupertino anunciou a aquisição em setembro último. Na altura não revelou as quantias envolvidas no negócio mas especula-se que esse valor ronde os 400 milhões de dólares.

De momento permanece também um mistério o objectivo último da Apple para o Shazam. O que poderá fazer a empresa de Tim Cook com este serviço de reconhecimento de música e não só?

Assuntos relevantes na 4gnews:

Android Oreo será o menor dos trunfos do Nokia 7 Plus

Huawei expande o seu portfólio de com o Honor 9 Lite a 229€

Samsung Galaxy X poderá ser o sucessor do Samsung Galaxy S9

Fonte | Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).