A Apple é uma empresa orgulhosamente americana que, como tantas outras, fabrica os seus gadgets na China. Não é de admirar, a China tem infra-estruturas preparadas para tal e claro, o salário oferecido aos trabalhadores é miserável.

Donald Trump já expressou a sua vontade de levar o fabrico de iPhones da China para a América, contudo, Tim Cook tem uma outra ideia em mente.

   

Vê ainda: iPhone 8: Estes dois concepts são simplesmente formidáveis

A Apple chegou a acordo com o governo Indiano para começar a fabricar smartphones na Índia. Os equipamentos fabricados no país com uma população de 1.3 mil milhões de pessoas, não serão destinados ao mercado global, em vez disso, a Apple quer que os equipamentos fabricados na Índia, sejam vendidos lá.

Desta forma a empresa da maçã trincada conseguirá criar produtos a preços mais competitivos e sonhar com o primeiro lugar num país viciado em tecnologia.

Com este acordo a empresa de Cupertino evita também uma enorme quantidade de taxas. Numa altura onde o iPhone com mais sucesso na Índia é o iPhone 5S, devido ao seu preço, percebe-se perfeitamente a jogada de Tim Cook.

É muito provável que esta alteração de fabrico em nada altere os valores do iPhone no resto do mundo, mas é uma jogada importante que a empresa tem de fazer se quer alcançar a Samsung no ranking de vendas mundial.

A Huawei é uma das empresas que persegue a Apple e Samsung, mas é a empresa sul-coreana que se destaca das 3 no mercado Indiano. Samsung, MicroMax, Lenovo e Xiaomi são das marcas mais relevantes e a Apple quer alterar isso mesmo.

Outros assuntos relevantes:

Google Assistant poderá chegar aos Nexus 5X e 6P

Apple Watch é responsável por 55% das vendas de smartwatches

Patente da Apple promete iPhone dobrável com ecrã OLED

ViaThe Verge
FonteBloomberg
Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.