Apple: chegaram os novos MacBook Pro com processadores M1 Pro e Max e ecrã Mini-LED

Carlos Oliveira
Comentar

O foco principal do evento da Apple foi a sua linha de portáteis para os profissionais. Após meses de espera, eis que a Apple atualizou finalmente a sua linha MacBook Pro para processadores próprios.

Com efeito, temos os novos MacBook Pro de 14 ou 16 polegadas, com os novos processadores M1 Pro e M1 Max, que já demos a conhecer. Destaca-se ainda a transição para painéis mini-LED e com direito à tecnologia ProMotion.

Estes são os MacBook Pro mais poderosos de sempre

É tradição da Apple adjetivar os seus novos produtos desta forma, mas é uma afirmação efetivamente verídica. Com a inclusão dos novos M1 Pro e M1 Max, os MacBook Pro estão mais potentes que nunca.

Os novos processadores da Apple oferecem um considerável incremento de desempenho aos novos portáteis, agora ainda mais indicados para os profissionais. Significa um adeus definitivo aos processadores da Intel.

Importa sublinhar que o novo MacBook Pro de 14 polegadas não terá opção de escolha pelo M1 Max. Quem optar pelo modelo de entrada terá de contentar-se com o M1 Pro que já um SoC bastante potente.

MacBook Pro

Já a versão de 16 polegadas oferece uma variante com o todo poderoso M1 Max, além de outras duas com o M1 Pro. Ou seja, este modelo continua a ser a opção para quem desejar um MacBook Pro com tudo o que de melhor é possível.

Graças à transição para estes processadores, os novos MacBook Pro chegam com uma configuração base de 16 GB de RAM. A quem estiver disposto, e tiver carteira, o modelo com M1 Max providencia até 64 GB de RAM.

Ecrã ProMotion oferece taxa de atualização de 120 Hz

Outro ponto de evolução dos novos MacBook Pro é o seu design, destacando-se, primeiramente, pelas suas margens mais reduzidas. Porém, chegam com uma controversa notch, tal como no iPhone, mas que terá sido essencial para a Apple conseguir reduzir a margem superior do ecrã até 60%.

Por trás, está agora um painel com tecnologia mini-LED, tal como nos iPad Pro e dá o pontapé de saída para a introdução do ProMotion nos MacBook Pro, Com efeito, os novos portáteis contam com uma taxa de atualização de 120 Hz para uma experiência visual mais fluída.

Estes ecrãs estão também mais brilhantes, capazes de atingir um pico de brilho de 1600 nits. Também a resolução dos novos MacBook Pro foi aprimorada, uma densidade de pixels por polegada ainda maior e uma nova câmara web de 1080p.

MacBook Pro

Estão finalmente prontos para satisfazer nas necessidades dos profissionais

Acolhendo o feedback dos seus utilizadores, a Apple renovou a conectividade dos novos MacBook Pro. Temos agora mais portas e maior desempenho das mesmas para quem quer um produto destes para trabalho.

Destacamos já a presença de três portas Thunderbolt 4 para maiores velocidades na transferência de dados e maior flexibilidade. Ademais, temos o regresso do leitor de cartões de memória, uma entrada HDMI e um jack de áudio de 3,5mm.

Quem também ressuscitou foi a entrada MagSafe para o carregamento dos novos portáteis da Apple. Processo esse que foi aprimorado com carregamento rápido, em que 30 minutos serão suficientes pare recuperar 50% da bateria.

Por falar em bateria, a Apple publicita uma melhoria de até 4x na autonomia dos novos MacBook Pro. Com efeito, o modelo de 14 polegadas fornecerá até 17 horas em reprodução de vídeo, ao passo que o modelo maior pode atingir as 21 horas.

Preço e disponibilidade

  • MacBook Pro de 14 polegadas - a partir de 2349 €
  • MacBook Pro de 16 polegadas - a partir de 2849 €

A fase de pré-venda destes arranca hoje, com os envios previstos a partir de 26 de outubro.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.