Apple cancela planos para um iPhone com Touch ID no ecrã

Carlos Oliveira
Comentar

A tecnologia que os fãs da Apple mais desejavam ver no seu iPhone nunca será uma realidade. Segundo o que avança a publicação iDrop News, a empresa americana abandonou o desenvolvimento do Touch ID no ecrã.

Esta notícia é uma bruta desilusão para todos os utilizadores dos smartphones da Apple. Embora a empresa tenha efetivamente equacionado incluir o sensor de impressões digitais no ecrã, tal nunca chegará ao mercado.

iPhone Touch ID

Apesar de ter investido anos no desenvolvimento do Touch ID no ecrã, a Apple não terá alcançado os resultados desejados. Como é hábito da empresa, isso significa o abandono da ideia focando os seus recursos em tecnologias que ela acredita serem mais vantajosas.

Se há algo que a Apple não se coíbe de fazer é abandonar ideias que não cumpram com os seus padrões de qualidade. Ao que tudo indica, foi precisamente isso que aconteceu com a ideia de colocar o sensor de impressões digitais por baixo do ecrã do iPhone.

O futuro da autenticação biométrica no iPhone para pelo Face ID

O insucesso deste projeto fez com que a Apple reposicionasse os seus recursos noutro projeto. Com efeito, a empresa americana desviou recursos e investimento para a equipa responsável pelo Face ID.

A tecnologia de reconhecimento facial receberá, portanto, toda a atenção dos engenheiros da Apple. Será este o foco no que concerne aos métodos de autenticação biométrica no iPhone e quiçá noutros produtos.

O futuro deverá passar pela inclusão dos sensores essenciais ao funcionamento do Face ID por baixo do ecrã. Deste modo, a Apple poderá abdicar das interrupções presentes no ecrã dos seus iPhone.

A propósito, a iDrop News aponta o iPhone 15 Pro como o primeiro do portefólio Apple sem a controversa notch. Porém, se os rumores atuais se confirmarem, isso acontecerá ainda em 2022 com o lançamento do iPhone 14 Pro.

Para o próximo smartphone da Apple, espera-se a adoção de dois orifícios no topo do ecrã para albergar a câmara frontal e os sensores do Face ID. Na prática, isto libertará o iPhone 14 Pro da referida notch.

A intenção da fonte talvez fosse um iPhone sem qualquer interrupção no ecrã. Mas para alcançar esse objetivo, a Apple teria de embutir também a câmara frontal no ecrã do equipamento, mas essa tecnologia está longe de responder aos padrões de qualidade da marca.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.