Apple Tim CookDe acordo com o The Wall Street Journal (fonte), a Apple arrecadou 92% de todos os lucros da indústria de smartphones no Q1 (primeiros 4 meses) de 2015.

Esta fatia de leão nos lucros de toda uma indústria gigantesca representam um extraordinário aumento comparativamente ao ano passado em que, no mesmo período, a Apple “só” arrecadara 65% dos lucros deste mercado.

   

Relativamente ao número de unidades vendidas, a marca Norte-Americana ficou abaixo da marca de um quinto, considerando que existem mais de 1000 empresas dedicadas à produção de smartphones, facilmente compreendemos estes valores.

Se a Apple se portou excepcionalmente bem, a Samsung também não se pode queixar, obtendo 15% de todos os lucros da indústria e mercado dos equipamentos móveis durante este primeiro Quarto de 2015. Fazendo um balanço geral, a Apple e a Samsung totalizam mais de 100% dos lucros e não, isto não é uma gafe, estes números significam que a maioria da competição perdeu dinheiro ou então acabou este período na zona neutra.

Estes números extraordinários para a Apple demonstram a sua dominância no mercado global e a sua mestria na arte de gerar lucros, não fossem os grandes motores destas receitas os Apple iPhone 6 e 6 Plus cujos preços começam nos 699€, cerca de 3 vezes mais caros do que o preço médio(180€) de um smartphone Android.

Se o passado e o presente foram e são bem animadores, o futuro parece ser ainda mais promissor para a Apple que já colocou uma fasquia de 85 a 90 milhões de unidades de Apple iPhone 6S para produção. É inegável que a gigante de Cupertino se está a tornar o “padrão” a seguir para toda esta indústria de smartphones.

Será que a Apple vai tornar insignificantes os smartphones Android?

Talvez queiras ver:

 

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).