Apple AirPods Pro 2 serão o passo seguinte na história dos auriculares Bluetooth

Bruno Coelho
Comentar

Não há auriculares Bluetooth no mundo mais vendidos que os AirPods da Apple. E existem vários rumores a apontar para o lançamento dos novos AirPods Pro de 2ª geração durante o ano de 2022 com novidades.

Recorde-se que o iPhone SE 3 ou um novo iPad Air com processador A15 Bionic são esperados num evento durante esta primavera, entre março e abril. É também aí que a Apple pode aproveitar para apresentar os novos auriculares.

AirPods Pro 2 podem chegar com sensores de movimento

Segundo Mark Gurman, da Bloomberg, os AirPods Pro 2 podem chegar com sensores de movimento para monitorização desportiva. Desta forma poderiam funcionar como um complemento ao Apple Watch, ou mesmo apenas ao próprio iPhone.

Conceito dos Apple AirPods Pro 2. Crédito: Apple Insider
Conceito dos Apple AirPods Pro 2. Crédito: Apple Insider

Esta fonte revela ainda que os AirPods Pro 2 podem abandonar uma das particularidades mais reconhecidas. Podem chegar com um novo design, onde são eliminadas as astes tão características dos mesmos.

Como é de esperar, os próximos AirPods Pro 2 também terão um chip renovado. Dessa forma poderão ter melhor qualidade de áudio, mas também melhorias no cancelamento de ruído ativo e até na autonomia.

Outro pormenor esperado é que estes auriculares Bluetooth cheguem com suporte para o codec ALAC (Apple Lossless Audio). Isto dar-lhes-á qualidade de áudio superior, e poderão ser os primeiros da Apple com essa características.

A fonte refere ainda que o estojo de carregamento dos AirPods Pro 2 pode chegar com uma característica importante caso os percas. A capacidade de emitirem um som, poderá ser também uma das novidades.

Em todo o caso, vamos aguardar por confirmações oficiais sobre estes vindouros auriculares Bluetooth.

Editores 4gnews recomendam:

Bruno Coelho
Bruno Coelho
Vive entre a paixão pela escrita, a música e a tecnologia. Licenciou-se em Ciências da Comunicação na Universidade da Beira Interior em 2015, e fez parte da equipa que fundou o Jornal de Belmonte. Produziu vários podcasts independentes pelo caminho. Come especificações ao pequeno-almoço.