App de notícias destrona o Facebook na App Store para iOS

Rui Bacelar
Comentar

O Facebook baniu todo o conteúdo classificado como notícia de fontes legitimadas da sua rede social na Austrália. A medida foi aplicada no encalço de uma nova lei que obrigaria ao pagamento aos media locais por exibir os seus conteúdos na rede social.

Contudo, ao passo que a Google aquiesceu à imposição legal, a empresa de Mark Zuckerberg seguiu outra via. Em vez de pagar às grandes (e pequenas) agências de notícias australianas, barrou a divulgação destes conteúdos. As reações não se fariam esperar.

Alternativas instantâneas às notícias no Facebook

Perante o sucedido, às críticas sucederam-se as ações face ao bloqueio imposto pela rede social. Em pouco tempo, uma aplicação criada pelo grupo Australia Broadcasting Company (ABC) chegaria à App Store, exclusivamente para notícias.

A homegrown Australian news app is now No. 1 in the App Store. Features include: reverse-chronological feed; less misinformation than the leading brand; and the “stories” here don’t disappear after 24 hours! I think it could have a chance …. pic.twitter.com/JRqqCNC5ax

— Casey Newton (@CaseyNewton) 19 de fevereiro de 2021

A app para iOS tornou-se num caso de sucesso instantâneo ao dominar as tabelas de downloads de apps para iPhone na Austrália, remetendo o Facebook para quarto lugar, abaixo também do Instagram e Messenger, ambas do mesmo grupo empresarial.

A aplicação em questão funciona de muito similar a um RSS feed, apresentando as notícias na app à medida que as mesmas são publicadas pela fonte. Para os muitos utilizadores de iPhone e iPad na Austrália, a app tornou-se no novo hub para notícias.

O momento oportuno para lançar uma app de notícias na Austrália

Merece ainda ser dito que parte do sucesso desta app também se deve à publicidade feita à mesma nos conteúdos publicados pela empresa responsável. Sob a forma de banners, a aplicação foi potenciada por uma campanha de marketing bastante sagaz.

Facebook Austrália

O pico de popularidade da app ABC para iPhone foi registado pela plataforma App Annie, sendo desde então ultrapassada por outra app gratuita, mas mantendo-se em segundo lugar. Entre as apps do grupo Facebook, a dominância vai para o Instagram.

Este é o resultado da rejeição por parte do Facebook em pagar aos meios de comunicação social do país, obrigação legal imposta pelo governo do país e acatada pela Google. Por sua vez, a rede social não concordou com o que considerou ser uma falta de compreensão da relação entre os media e a rede social, tendo justificado a sua decisão no seu blog oficial.

Para o primeiro-ministro da Austrália, Scott Morrison, o que o Facebook fez foi uma ameaça aos australianos.

"O conceito de derrubar os websites como fizeram recentemente, é uma espécie de ameaça. Sei como é que os australianos reagem a este tipo de situações e não foi uma boa jogada por parte deles" apontou Morrison.

Facebook Austrália
Tabelas de downloads de aplicações para iPhone (iOS). Crédito: App Annie

Olhando assim para as tabelas de downloads, vemos que os utilizadores de iPhone procuraram efetivamente uma nova forma de ter acesso às notícias. A ABC sendo a primeira empresa a disponibilizar tal solução foi, compreensivelmente, bem recebida.

No que lhe concerne o Facebook dá agora os primeiros sinais de querer reatar a sua relação com a Austrália.

Editores 4gnews recomendam:

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.