Microsoft Windows 10 S
Windows 10 S

O mês de maio já leva dois terços completados mas, no que respeita à Microsoft, ainda há novidades para apresentar. Depois do Windows 10 S e da revelação do Surface Laptop, bem como as novidades que se viram na Build 2017, em Seattle, a gigante americana revelará um novo Surface Pro, no próximo dia 23.

Vê também: A Xbox One S também já tem conteúdo 4K da Amazon Video

Contudo, não é sobre esse Surface que o artigo retrata. Ele tem que ver com o Windows 10 S e com a (im)possibilidade deste correr aplicações da Windows Store. Sim, os parêntesis colocados anteriormente não foram por acaso. De facto, uma nova informação veio mostrar que, apesar do que se podia pensar, nem todas as aplicações da Windows Store funcionarão no novo sistema operativo da Microsoft.

   

Microsoft Ubuntu

Algumas delas – incompatíveis – são, por exemplo, as aplicações que tanto entusiasmaram os mais aficionados por tecnologia, ou seja, aquelas relacionadas com Linux. A possibilidade de correr esse sistema operativo através de um ato tão simples como a simples instalação de uma aplicação era, sem dúvida, fantástico.

Portanto, o Windows 10 S é mesmo uma versão soft do Windows 10. Mais até que o RT…

E continua a ser. Porém, apenas para a versão comum do Windows 10. Ou seja, de acordo com a fonte, o Windows 10 S é um sistema operativo que não foi pensado para utilizadores mais técnicos e, por isso, somente para uma utilização light, sem grandes exageros.

Assim, apenas aplicações que não impliquem um acesso tão profundo às funcionalidades do Windows poderão trabalhar em Windows 10 S. Isto não foi, de todo, a mensagem que a Microsoft passou para o público aquando da apresentação da nova plataforma. Por outro lado, terá sido por essa razão, entre outras, que a empresa de Redmond permitiu que se pudesse fazer um upgrade para a versão normal do Windows por um valor tão baixo.

Outros assuntos relevantes:

Galaxy S7 Edge recebe prémio para o melhor ecrã de 2016

Motorola Moto Z2 Play dificilmente terá a mesma autonomia do Moto Z Play

ASUS ZenFone Go 2: Reveladas todas as especificações!

FonteThe Verge

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.