Umidigi Z2 Pro chegará em cerâmica e Fibra de Carbono

Filipe Alves

A Umidigi está atrevida com o mais recente smartphone Android, Umidigi Z2 Pro. O novo terminal da empresa chinesa chegará ao mercado em breve e, segundo o CEO da marca, com preços a rondar os 350€.

Este é provavelmente um dos equipamentos mais importantes da Umidigi até ao momento. O novo terminal da empresa chinesa dá-nos especificações mais altas que os antecessores e um cuidado extra com a construção e design.

Vê ainda: LG é uma das que fabricará o ecrã OLED do próximo iPhone da Apple

O smartphone Android chega em vidro, porém, o modelo Pro terá duas variantes a tomar em atenção. O modelo chegará em cerâmica e Fibra de Carbono.

O modelo com Fibra de Carbono é especialmente importante. O material não costuma ser usado nos smartphones e promete ser bem mais resistente que todos os outros no mercado.

Umidigi Z2 Pro em Fibra de Carbono deverá chegar por 350€ e Android Oreo

Embora seja coberto por vidro, a Fibra de Carbono dará ao equipamento mais robustez, o material é normalmente utilizado em automóveis e bicicletas por ser um material leve mas mais resistente que o aço.

Sabe como ganhar um dos 5 smartphones que a marca está a oferecer

Relativamente a especificações o Umidigi Z2 Pro chegará com um ecrã 6.2" polegadas FullHD, processador MediaTek Helio P60 e 6GB de memória RAM. O dispositivo traz-nos 128GB de memória interna e ainda a possibilidade de inserir cartão MicroSD.

O terminal traz-nos ainda carregamento rápido sem fios e uma câmara dupla de 16MP+8MP com abertura f/1.7.

O dispositivo promete muito, principalmente o de fibra de carbono. Estou seriamente curioso para conhecer o equipamento e perceber se a nova qualidade de construção nos dá algo novo.

Se queres ficar habilitado a ganhar um destes podes passar no website da empresa chinesa. A marca está a sortear 5 destes Z2 Pro, esperemos que sejas um dos grandes vencedores.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Amazon: Fire Tablets poderão ser os novos Echo Show

Apple vs. Samsung: Terminou a batalha de 7 anos no tribunal

Android: Aplicações maliciosas subscrevem serviços pagos

Artigo patrocinado pela Umidigi

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.