Android: Google poderá finalmente ter uma concorrência séria

Filipe Alves

Android: Google poderá finalmente ter uma concorrência sériaA Google, até ao momento, domina o setor mobile. O sistema Android é o mais popular do mundo e é complicado ires a uma loja e comprar um smartphone (que não iPhone) e que não tenha o sistema Android.

Visto que é um sistema "Open Source", os fabricantes de smartphones não necessitam propriamente de pagar à Google para introduzir o sistema operativo no equipamento.

Vê ainda: WhatsApp: 3 novas funcionalidades estão a caminho

Contudo, nem tudo é perfeito. Para que os fabricantes possam introduzir o sistema Android nos seus equipamentos têm de introduzir também as aplicações da Google. Maps, Fotos, Gmail, pesquisa Google, Play Store e até o Chrome. Um preço a pagar para ter o serviço de "graça".

Google terá de convencer os fabricantes a continuarem no sistema Android

Mas a União Europeia decidiu que essa obrigatoriedade não é justa para o mercado e que, dessa forma, a concorrência não conseguia sequer começar a existir. Como todos sabem, quanto mais concorrência, mais vantagens tem o consumidor final.

Isto significa que a Google deixará de obrigar os fabricantes a introduzir as suas aplicações e serviços nos smartphones Android. Ou seja, fica aqui uma porta aberta para que estes criem ou abordem novas alternativas.

Por exemplo, a partir do momento que deixa de ser obrigatório ter a Play Store, os fabricantes podem investir mais nas suas lojas de aplicações. Ou seja, mais lucro para o fabricante, mais soluções para os desenvolvedores e mais concorrência.

Aptoide

O Aptoide, loja de aplicações portuguesa, já há muito que luta para que esta medida seja implementada. A loja de Apps portuguesa, que criou a sua própria criptomoeda, acredita que esta é a única forma de dar aos utilizadores a verdadeira opção de escolha.

Com esta medida o sistema Android poderá vir a ganhar mais concorrência. Os fabricantes poderão inventar algo novo. Quem sabe, um novo sistema operativo que possa competir diretamente.

Se até ao momento o que lhes faz investir em Android é a Play Store, com as suas lojas de aplicações mais preparadas, não necessitam propriamente de instalar o sistema da Google.

Prepara-te para os próximos anos termos mais evolução no mundo mobile. Esta nova medida faz com que a Google pense em novas formas de convencer os fabricantes Android e acredita que não será fácil.

Editores 4gnews recomendam:

Xiaomi Mi Mix 3: Primeiras fotografias deixam ‘água na boca’

Imagem mostra Huawei Honor Magic 2 com 4 câmaras traseiras

Play Store: 19 aplicações Premium que estão agora grátis!

Via

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.