Android Pie ainda não é expressivo devido ao crescimento da versão Oreo

Rui Bacelar
Android Pie Android Oreo
Esta é a estátua referente à mais recente versão deste sistema operativo.

Após termos ficado a conhecer os mais recentes números de distribuição do sistema operativo da Google para dispositivos móveis, há uma série de ilações a serem daqui retiradas. Em primeiro lugar, o Android Pie 9.0 é ainda insignificante, tendo menos de 0.1% de representação. Já o Android Oreo (8ª versão) continua a crescer.

Em suma, neste momento a mais recente versão do sistema operativo da Google, disponibilizado em agosto de 2018, é uma raridade. Por conseguinte está apenas presente nos dispositivos Google Pixel bem como no OnePlus 6, alguns Nokia e alguns Huawei.

Alias, surpreendentemente é o Android Oreo que continua a crescer. Nesse sentido temos ainda várias fabricantes a atualizar os seus aparelhos para a versão lançada em 2017. Algo que até agora ainda estava fora do alcance da maioria dos utilizadores deste sistema.

Além disso é esperado que o Android Oreo continue a crescer a bom ritmo e que o Android Pie se mantenha uma curiosidade durante os próximos meses. Nesse sentido basta olhar para o passado e para os hábitos, para o histórico de atualização e adopção das várias versões deste sistema operativo.

Android Pie está longe de 99,9% dos dispositivos...

Sejam eles smartphones ou tablets, certo é que a esmagadora maioria dos terminais em utilização ainda utilizam uma versão antiga. Nesse sentido temos também a tendência de crescimento da versão anterior. Sim, é o Android Oreo 8.0 ou 8.1 e continua a crescer mais de um ano após a sua disponibilização. Aliás, face ao mês passado esta versão aumentou 4.6%. Todavia, temos ja uma queda consistente nas versões anteriores, o Nougat, Marshmallow bem como o Lollipop. No geral, estas versões caíram cerca de 1%.

Android Oreo Android Pie
Este são os mais recentes dados de distribuição das versões do sistema operativo.

Em primeiro lugar não é estranho que 99,9% dos telefones Android ainda não executem a versão mais recente deste OS. Aliás, qualquer pessoa com o mínimo conhecimento de causa saberá o quão fragmentado consegue ser este sistema. Aqui bem como a lentidão na chegada das atualizações.

Gingerbread tem mais utilizadores do que o Android Pie

Em segundo lugar, neste momento podemos avançar que 19.2% de todos os terminais utilizam uma das duas versões do Android Oreo. Isto é, a versão 8.0 ou a versão 8.1 nos seus dispositivos.

Em terceiro lugar importa destacar a queda nas versões JellyBean bem como na versão KitKat. Todavia, temos ainda as versões Gingerbread bem como o Ice Cream Sandwich que não registaram alterações, permanecendo com 0.3 pontos percentuais.

Android Oreo continua a crescer em setembro de 2018

Em suma podemos também concluir que a esmagadora maioria dos terminais utiliza a versão Lollipop ou posterior. Isto é, cerca de 88% dos utilizadores de dispositivos móveis com esta plataforma.Android Oreo Android Pie tabela

Nesse sentido, estes dados mostram-nos que a Google ainda tem um longo caminho pela frente. Isto no combate à fragmentação do seu sistema operativo. Iniciativas como o Projecto Treble começam a ser cada vez mais populares e adotados por mais fabricantes.

Porque é que o Android Oreo ainda está a crescer?

Entre os vários factores que acabam por contribuir para este facto temos a utilização durante cada vez mais tempo dos terminais. Por conseguinte estes números encontram justificação pela utilização de dispositivos mais antigos no mercado.

Em primeiro lugar porque nem toda a gente tem (ou quer) trocar de smartphone todos os anos ou mesmo de dois em dois anos. Em segundo lugar, por norma as fabricantes limitam a vida útil dos terminais a dois anos. Período após o qual deixam de receber atualizações oficiais.

Em terceiro lugar, mesmo sem atualizações os terminais continuam a funcionar, ainda que possam vir a ficar vulneráveis. Algo que atualmente se reflecte numa política mais ou menos generalizada de 3 anos de atualizações de segurança e 2 anos de atualizações de sistema.

Android Google sistema operativo REUTERS Gustau Nacarino
É importante ter o teu dispositivo atualizado ©Reuters / Gustau Nacarino

Em suma, as pessoas acabam por manter durante mais tempo os seus telemóveis inteligentes. Tendência que de deverá manter e mesmo crescer à medida que temos que investir cada vez mais para adquirir um novo terminal.

Sim, é importante ter a mais recente versão do Android

Este cenário repete-se mês após mês e o resultado é uma enorme fragmentação dentro do sistema operativo da Google. Fenómeno este que não deverá melhorar nos próximos meses ou anos e que como em tudo na vida, apresenta desvantagens.

Em primeiro lugar é sabido que a versão mais recente tem sempre as novas correcções de segurança. Algo a que devemos ter sempre atenção, especialmente para fazer frente a ameaças que, de outra forma, poderiam ser exploradas.

Em segundo lugar também é verdade que o teu smartphone continuará a funcionar, por vezes até de forma mais estável. Isto mesmo que não tenhas todas as novidades da última versão deste popular sistema operativo para dispositivos móveis.

Para mais informações sobre esta, e muitas outras marcas e temas, fiquem atentos às nossas redes sociais como a página de Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais todas as segundas-feiras às 21:30, hora de Lisboa.

Qual é a atual versão do sistema operativo do teu smartphone?

Editores 4gnews recomendam:

13 novos jogos Android que tens mesmo de instalar

Smartphone Android com 10GB de RAM? Afinal não é para já…

Samsung patenteia nova forma de interagir com os nossos dispositivos

Fonte | via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.