Android One. Xiaomi Mi A2 / Mi 6X trará o novo processador Surge S2

Rui Bacelar
A tecnológica chinesa prepara uma nova geração de equipamentos ©REUTERS

Android One. MIUI do próximo Xiaomi Mi 6X. Agora, ficamos a saber que ambos poderão incorporar o processador Surge S2.

A informação foi divulgada através do portal mydrivers, fonte habitual para informações relacionadas com várias fabricantes chinesas. Agora, está na altura de analisar o que foi dito. Em primeiro lugar, os "Surge" constituem um ramo experimental dentro da Xiaomi. São a sua linha de processadores para dispositivos móveis "made by Mi", feitos pela própria fabricante.

Vê ainda: d e iOS

A primeira geração de processadores Surge foi apresentado no ano passado. O Surge S1 tornar-se-ia no "motor" do smartphone Xiaomi Mi 5c. Foi um primeiro teste de mercado para esta fabricante chinesa. Note-se que esta primeira geração de processadores da Xiaomi foi anunciada em fevereiro de 2017 portanto é perfeitamente plausível que o seu sucessor esteja a ser preparado.

Xiaomi Mi A2 e Xiaomi Mi 6X com o "motor" Surge S2

Algo que vai ao encontro do que nos conta hoje a mydrivers. Depois de esta parceria entre a fabricante chinesa e a tecnológica norte-americana tem-se traduzido num extremo sucesso para ambas as partes. Posto isto, esperamos que um Xiaomi Mi A2 seja apresentado em breve.

Possível Mi 6X (versão com a ROM MIUI)

O próximo dispositivo, 6X ou A2?

Algo que é reforçado pela Mydrivers. Esta publicação sugere que o novo dispositivo com Android One - o Xiaomi Mi A2 - seja apresentado em fevereiro. Chegará em primeiro lugar à Índia, o segundo maior mercado mundial de dispositivos móveis. Chegará em seguida a vários outros mercados "globais".

De acordo com esta mesma fonte, o processador Surge S2 será construído pela TSMC com o seu processo a 16nm. Será um processador (SoC) de gama média. A grande vantagem sobre o seu antecessor (Surge S1) será a poupança / economia de energia. Note-se que a primeira geração foi construída segundo um processo (litografia) de 28nm.

Seja como for, o Surge S2 deverá apresentar uma configuração de 8 núcleos de processamento (octa-core) a 64-bits. Teremos 4 núcleos Cortex-A73 da ARM a 2.2Ghz para as tarefas mais exigentes. Teremos ainda 4 núcleos Cortex-A53 da ARM para garantir uma economia de energia - terão um clock máximo de 1.8Ghz. O processador Surge S2 terá uma gráfica Mali-G71. Será uma boa melhoria face à Mali-T860 MP4 presente no Surge S1.

Android One seria a plataforma utilizada pelo Xiaomi Mi A2

Este novo processador deverá integrar o Xiaomi Mi A2 (edição Android One) e/ou o Xiaomi Mi 6X. Possibilitará a utilização de memória LPDDR4 RAM e para armazenamento flash UFS 2.1.

Segundo os rumores, o novo Surge S2 poderá rivalizar com o processador topo de gama da Huawei para 2016, o Kirin 960 que equipa o Honor 9, os Mate 9 e toda a linha Huawei P10. Entretanto a Huawei passou a utilizar o novo Kirin 970, presente nos seus novos Mate 10 e futuramente nos P20 (provavelmente).

Note-se que esta fonte refere especificamente ambos os dispositivos Xiaomi Mi A2 e o Mi 6X. Desta forma, podemos pressupor que a fabricante chinesa não lançará um Mi 6c para substituir o 5c. Esperemos para ver o que o futuro nos traz.

E tu, tens algum destes dispositivos? Gostarias de ver um novo processador da própria marca no Xiaomi Mi A2 com Android One?

Assuntos relevantes na 4gnews:

será o menor dos seus trunfos…

d. Sony prepara-se para lançar um Xperia sem jack 3.5mm

Samsung Galaxy S8 vs Samsung Galaxy A8 2018 [vídeo]

Via

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.