Huawei Honor 10 Android Oreo Google EMUI 8A Huawei é neste momento a terceira maior fabricante de smartphones do mundo. A empresa que se foca em lançamentos de equipamentos Android está a crescer a olhos vistos, tanto na Ásia como na Europa.

A recente informação indica-nos ainda que o Brasil é o próximo mercado da empresa asiática. O Brasil é um mercado apetecível em todos os pontos. Para além de ter mais de 200 milhões de habitantes, os smartphones mais vendidos são gama-média. Algo que Huawei já mostrou que conseguiu bater na Europa.

Vê ainda: Xiaomi Redmi 6 e Redmi 6A apresentados oficialmente por 103€ e 79€

Os grandes concorrentes da marca no Brasil são a Motorola, Asus e Samsung. Os dois primeiros já foram derrubados pela empresa chinesa em quase todos os mercados.

Na apresentação do Honor Play o CEO da Huawei, Richard Yu, referiu que a marca está em crescimento e acredita que 2018 será um ano próspero.

A Huawei só precisa de uma versão Android mais simples!

Depois de ter vendido 153 milhões de equipamentos no ano passado, Richard Yu apontou 200 milhões de equipamentos para este ano.

Até que ponto é que a Huawei conseguirá bater estes objetivos? Não me parece complicado sinceramente. Lembra-te que a Huawei contabiliza também os equipamentos vendidos pela submarca Honor.

A Honor tem crescido a olhos vistos e o Honor 10 é um bom exemplo de sucesso. O terminal chegará em breve a Portugal com um valor a rondar os 400€ e com especificações de topo.

Há muito a fazer para alcançar os 200 milhões de equipamentos. A entrada da Xiaomi na Europa de forma oficial vai certamente criar um impacto menos positivo nas contas da Huawei.

A entrada no Brasil poderá ser fundamental para aumentar as vendas, veremos até que ponto é que consegue vencer num mercado tão complexo como o canarinho.

Assuntos relevantes na 4gnews:

Asus ZenFone 5Z chega a Portugal! Topo de gama com preço apetecível

LG G7 ThinQ chega a Portugal no dia 15 de junho com ótimos argumentos

Kirin 710 poderá ser a resposta da Huawei ao Snapdragon 710

Fonte | Via

Fundador do projeto 4gnews, sempre olhei para a tecnologia como um pedaço de nós. Desde cedo ligado ao mundo tecnológico, este é literalmente o meu trabalho de sonho. Amante de vinho e apaixonado pelo meu Vit. Guimarães, acredito ainda que todas as nossas acções são o gatilho para o nosso futuro.