Android está a ser afetado por um malware que teima em não desaparecer

Carlos Oliveira
Comentar

O Android tem sido constantemente assombrado por novos malwares, porém, a última descoberta deixa-nos um pouco preocupados. De nome xHelper, este pedaço de software malicioso consegue persistir num smartphone mesmo após um restauro de fábrica.

A descoberta foi feita pela empresa de segurança Malwarebytes pela primeira vez em 2019. O xHelper voltou a chamar a atenção desta empresa em janeiro de 2020, depois de começarem a surgir novos relatos dos seus malefícios.

xHelper está a usar a Play Store para se manter nos equipamentos afetados

Quando temos um smartphone infetado por malware, a medida mais drástica e, supostamente, a mais eficaz que podemos tomar é restaurar os seus dados de fábrica. Este processo elimina todo o conteúdo do smartphone, ficando apenas o software com o qual o equipamento é enviado para as lojas.

Android malware

No entanto, tal como avança a Malwarebytes, o xHelper está a usar a Play Store como cortina de fumo para se manter nos equipamentos infetados. A empresa de segurança não acredita que a loja de aplicações seja realmente a origem destas reinstalações. É apenas uma forma de ludibriar os sistemas de defesa do Android.

Em momento algum é colocado em causa a segurança da loja de aplicações da Google. Esta continua a ser a fonte mais confiável que tens ao teu dispor para instalar aplicações no smartphone.

Este malware consegue instalar outros programas maliciosos sem o teu conhecimento

As conclusões da Malwarebytes documentam que o xHelper pode ser a porta de entrada para mais malware no teu smartphone. Além de se instalar de forma autónoma, consegue descarregar e instalar outros programas infetados.

Como se isso não bastasse, o xHelper inunda o teu smartphone com publicidades. Segundo o que é referido, estas conseguem mesmo tornar o equipamento quase inutilizável.

A Symantec, outra conceituada empresa de segurança, adianta que este malware tem maior expressão nos EUA e na Rússia. Nesses mercados, estima-se que sejam já mais de 45 mil equipamentos infetados pelo xHelper.

Como remover de vez o xHelper do teu smartphone

Perante estes relatos, pode parecer impossível remover este malware uma vez instalado num equipamento. Felizmente, esse não é o caso e a Malwarebytes tem uma solução para tal.

  • A Malwarebytes recomenda a instalação da sua aplicação gratuita para Android para a parte principal da remoção do malware (é provável que também possas usar outras aplicações anti-malware, mas não temos certeza)
  • Instala um gestor de ficheiros à tua escolha da Play Store
  • Desativa temporariamente a Play Store indo às Definições - Aplicações - Google Play Store
  • Executa uma verificação na aplicação Malwarebytes para remover o xHelper e outros malwares ou procura manualmente nomes como fireway, xHelper e Definições (apenas se duas aplicações de Definições forem exibidas)
  • Abre o Gestor de Ficheiros e procura ficheiros começados por com.mufc
  • Se encontrares, anota a data da última modificação (podes filtrar por data para encontrar informações mais facilmente)
  • Elimina qualquer coisa que comece por com.mufc bem como qualquer coisa da mesma data (exceto diretorias principais, como Download ou outros)
  • Reativa a Play Store

Estes passos devem resolver o problema, porém, se não foi o caso podes sempre contactar o suporte da Malwarebytes sobre o assunto.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.