androidnougat

Ao longo dos anos, a Google tem vindo a desenvolver novas técnicas de verificação do arranque dos smartphones com Android por forma a aumentar a segurança do sistema. A cada nova versão uma nova forma de o fazer tem sido introduzida e a chegada do Android 7.0 Nougat não poderia ser exceção.

   

Vê também: Skype deixará de suportar Windows Phone 8 e versões antigas de Android

Sami Tolvanen, engenheiro de software da Google, revelou hoje num dos blogs da empresa que o novo Android 7.0 Nougat não irá sequer arrancar caso o seu software esteja corrompido. Isto significa que, se por algum azar, tiveres a imagem do boot do teu smartphone ou a partição responsável pelo arranque do sistema com erros, o Android não irá sequer arrancar.

Até agora, e no caso especifico do Android Marshmallow, caso uma das situações acima descritas se verifique, uma mensagem de alerta para tal será mostrada mas nada mais ocorre. Se esta nova medida vem de facto aumentar a segurança do Android, existe a outra face da moeda, pois se o teu equipamento sofrer de algum problema de hardware ou software que possa danificar o disco do mesmo, já está a ver o problema que se causa.

É ainda importante referir que esta nova medida irá abranger apenas os equipamentos que venham a ser comprados já com o Android 7.0 Nougat instalado por defeito. Isto irá certamente dificultar um pouco mais a tarefa de instalação de ROM´s terceiras, ou até mesmo de fazer root ao equipamento, pois se algo calha de correr mal lá se vai o smartphone.

Numa análise mais técnica, esta é uma medida de saudar pois irá proteger ainda mais o teu equipamento contra malwares e afins que possam afetar o núcleo do sistema operativo. Mas por outro lado pode vir a causar uma enorme dor de cabeça a muitos caso venham a sofrer de danos involuntários no hardware do seu smartphone.

Talvez queiras ver:

Viaphonearena
FonteAndroid Developers Blog
O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal mata-tempo.