Android 12 vai facilitar a utilização de lojas de aplicações alternativas à Play Store

Carlos Oliveira
Comentar

A Google Play Store é o local recomendado para a instalação de aplicações no Android, mas nunca faltaram alternativas a esta loja de aplicações. Ainda assim, a Google promete dar mais espaço a essas alternativas no próximo ano.

Com a introdução do Android 12, a Google diz que a utilização de lojas de aplicações externas será ainda mais simples. Uma notícia que contrasta com as novas regras impostas pela empresa no que respeita aos pagamentos feitos dentro das aplicações presentes na Play Store.

Play Store

No entanto, a empresa americana ainda não explicou de que forma irá facilitar o uso de lojas concorrentes à Play Store. Esses detalhes deverão ser revelados futuramente, mas a ideia é que essas não comprometam as medidas de segurança que a Google implementou no Android.

Google vai forçar o uso do seu sistema de pagamentos da Play Store

Tal como referi acima, a medida de facilitação mencionada contrasta com as medidas mais restritivas que a Google vai impor para pagamentos realizados dentro de aplicações. Esta é mais uma clara aproximação às regras usadas pela Apple na sua própria loja de aplicações.

Assim sendo, a partir de 30 de setembro de 2021, todos os que vendam produtos digitais estarão obrigados a usar o sistema de pagamentos da Play Store. Uma medida que visa impedir os programadores de fugir dos 30% cobrados pela Google sobre essas transações.

Todavia, os programadores podem contornar esta imposição distribuindo as suas aplicações através de outras lojas. Aliás, isso foi mesmo mencionado pela Google no seu comunicado.

A empresa americana usou o exemplo da Epic Games para alguém que não concorda com as suas regras pode continuar a distribuir os seus produtos no Android. Isto porque o Fortnite continua disponível na Galaxy Store ou através do site oficial da Epic Games.

Editores 4gnews recomendam:

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.