Amazon Alexa: Jeff Bezos quer assistente virtual em todo o lado

Pedro Henrique

Amazon Echo Show Fire Tablets Microsoft Apple GoogleA Amazon é a segunda empresa mais valiosa do mundo, de acordo com o mercado bolsista. Parte disso deve-se à Amazon Alexa, que é uma das fontes do rendimento gerado pela mesma.

No entanto, independentemente de tudo isso, a verdade é que a Amazon continua a querer levar a Alexa para ainda mais locais. Aliás, quase que se pode dizer que quer que a mesma esteja em todo o lado. E verdade seja dita, se nada de muito improvável acontecer, conseguirá.

Vê ainda: Suits – Último episódio refletiu o quão boa é a série presente na Netflix

Com efeito, a empresa de Seattle acabou por revelar, na passada semana, um conjunto de aparelhos eletrónicos. A sua diferença face ao que já existe no mercado? Alexa, é claro.

Ainda que muitos possam dizer que não necessitam de companhia da Alexa para aquecer algo no micro-ondas, a verdade é que se nos habituarmos a isso será difícil voltar atrás.

Amazon Alexa é a maior concorrente da Google Assistant neste momento...

Do mesmo modo, depois de uma assistente virtual tão boa como a da Amazon entrar na vida de um dado consumidor dessa forma, bem...Nem vale a pena dizer quais seriam as consequências.

Por último, é bom ver que a equipa liderada por Jeff Bezos sabe quais os riscos e vantagens de atuar num mercado como este. A imaturidade do mercado permite à Amazon crescer muito se for maçadora. E claro, o mínimo deslize tirar-lhe-á uma quota significativa de mercado, pelo que mais vale optar pela primeira estratégia.

A título pessoal, eu via-me a usar um micro-ondas com Amazon Alexa.

Editores 4gnews recomendam:

Amazon volta a atacar lojas físicas com nova loja em Nova Iorque

Amazon. Assistente virtual Alexa vai conseguir fazer chamadas no Skype

Facebook Portal não deverá conseguir bater o Amazon Echo Show

Fonte

Pedro Henrique
Pedro Henrique
Fã incondicional de tecnologia e cultura quer partilhar o conhecimento adquirido com todos.