Amazon: Alexa é a primeira assistente digital fora de órbita

Mónica Marques
Comentar

A Amazon e a Lockheed Martin acabam de anunciar que a assistente digital Alexa vai embarcar numa nova aventura e conhecer o planeta Terra visto do Espaço.

A assistente digital da Amazon vai fazer parte da missão espacial Artemis I da NASA e está já a ser preparada para ser um elemento ativo da tripulação.

Assistente digital da Amazon será um elemento ativo da tripulação Artemis I

Artemis I NASA

Jezz Bezos, CEO da Amazon, conhecido pelo seu fascínio pelo espaço deve estar bastante contente. Tudo porque a Alexa vai ser a primeira assistente digital no espaço ao ter sido escolhida para fazer parte da próxima missão espacial Artemis I.

Neste momento, a assistente digital da Amazon está já a ser "treinada" para ser um membro ativo da tripulação. Tudo porque a Alexa será usada na nave Orion da NASA para ajudar a tripulação, nomeadamente será capaz de responder a milhares de perguntas relacionadas com esta missão em específico.

Além de ter as respostas "na ponta da língua", a assistente digital da Amazon terá também acesso a dados de telemetria em tempo real e poderá até executar ordens para controlar dispositivos conectados da nave, como por exemplo a iluminação.

Por outro lado, a Alexa vai funcionar como uma espécie de ligação entre a Terra e os astronautas. Por outras palavras, a assistente digital da Amazon vai informar os tripulantes sobre os resultados desportivos e os principais destaques das notícias do dia.

"Alexa, leva-me à lua"

Mas os utilizadores de equipamentos com a assistente digital da Amazon também vão beneficiar com esta ida à Lua da Alexa. Tudo porque terão também acesso aos dados de telemetria da nave, assim como a fotos e vídeos da missão.

Muito em breve, a Amazon vai disponibilizar em todos os seus equipamentos os novos "recursos espaciais". E o processo para aceder aos mesmo não podia ser mais fácil: basta dizer: "Alexa, leva-me à lua".

Editores 4gnews recomendam:

Mónica Marques
Mónica Marques
Como jornalista de tecnologia assistiu à chegada do 3G e outros eventos igualmente inovadores no mundo hi-tech ao longo de mais de 20 anos de carreira.