Alegado ecrã do Huawei Mate 30 dá-nos mais pistas sobre o smartphone

Filipe Alves
Comentar

O Huawei Mate 30 deverá ser revelado de forma oficial com o Mate 30 Pro e Lite no próximo mês de setembro. Uma nova imagem mostra-nos como poderá ser o painel frontal do Huawei Mate 30 e temos boas notícias para ti.

Se esta imagem se revelar verdade, o Huawei Mate 30 terá uma notch idêntica àquela que vimos no Huawei P20. Ou seja, uma câmara e uma coluna para as chamadas.

Huawei Mate 30
Huawei P30 Pro e Mate 20 Pro na fotografia

Ao contrário do P20, o Huawei Mate 30 não terá botão Home

Contudo, as boas notícias começam aqui. Ainda que tenhamos uma notch um pouco maior que a do antecessor, podemos ver que não temos nenhum botão Home.

Isto significa que o smartphone terá uma margem reduzida na parte frontal e ainda um sensor biométrico no ecrã. Ou seja, é muito provável que contemos com um ecrã AMOLED para que a tecnologia funcione na perfeição.

Painel frontal do Huawei Mate 30
Painel frontal do Huawei Mate 30

Este sensor biométrico, ao que nos parece, é aquele mostrado na imagem da parte traseira do ecrã. Vemos uma ligação na parte inferior, algo que a maior parte dos smartphones sem esta tecnologia não tem.

O que esperar do Huawei Mate 30

Espera-se que este terminal seja um pouco diferente do modelo Pro. Afinal de contas, o Pro é aquele que normalmente tem mais destaque.

Ainda assim, se tudo correr como esperado, o telemóvel contará com especificações de topo. Assim sendo, o Kirin 990, que será revelado em breve, deverá ser o processador que tomará conta do desempenho.

Espera-se ainda o sensor biométrico no ecrã, tela AMOLED e ainda uma construção de vidro com carregamento sem fios. Não sabemos apenas qual será o set de câmaras do smartphone.

Embora se espere inferior ao modelo Pro, acredita-se que o Mate 30 tenha argumentos para conquistar os utilizadores que pretendem dar menos de 700€ por um novo topo de gama.

Editores 4gnews recomendam:

Comentar
Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí que ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.