AirPods Pro vão para o ‘lixo’ se avariarem, revela teste

Bruno Coelho
1 comentário

A Apple anunciou oficialmente esta semana os novos AirPods Pro. Os novos auriculares sem fios da empresa da maçã destacam-se por ter cancelamento de ruído ativo, mas há algo que não muda face aos antecessores.

Os AirPods Pro passaram no teste de desmontagem (teardown) do iFixit e alcançaram uma taxa de reparação de 0 em 10. Isto significa que se daqui a dois anos a bateria dos teus auriculares morrer, o seu lugar mais comum será o lixo.

Apple AirPods Pro
Raio-X aos AirPods Pro. Crédito: iFixit

Isto porque a solução que é apresentada é enviá-los para reciclagem, ou entrares num programa de reparação (fora da garantia), onde pagas 49 dólares por cada novo auricular.

Excesso de cola dificulta qualquer reparação

Os novos auriculares da Apple têm resistência IPX4 à água, microfone para equalização e cancelamento de ruído ativo. Estes têm, no entanto, bastante cola no interior e partes que nem sequer permitem reparação.

AirPods Pro
Crédito: iFixit

De ressalvar que estes têm uma bateria semelhante à dos Galaxy Buds. É uma bateria ao estilo de relógio, substituível nos auriculares da Samsung. No entanto, nos AirPods Pro esta encontra-se soldada.

AirPods Pro
Crédito: iFixit

No final do teste, o veredicto é fácil. “A reparação é pouco prática e pouco económica”, o que faz deste um produto descartável caso avarie. Embora se perceba a estratégia, deves ter em conta que depois da garantia, se os teus AirPods avariarem, a melhor solução será comprares outros.

Editores 4gnews recomendam:

1 comentário
Bruno Coelho
Bruno Coelho
O Nokia 3650 foi o primeiro grande mergulho no mundo tecnológico. Se o Ultimate Team é o seu atual saco de boxe, o Macbook Pro é o melhor amigo. Escrever sobre tecnologia é o processo natural na vida de alguém que come especificações ao pequeno-almoço.