Já alguma vez utilizaste a app Airbnb? Esta aplicação tornou-se viral não há muito tempo, porque tal como o Uber, deixou que qualquer pessoa com um quarto a mais conseguisse ser uma acomodação turística.

Temos de admitir que esta “pequena” aplicação, que vale mais de 10 milhões, conseguiu modificar o mundo turístico como nenhum outro serviço. A comodidade passou a ser maior para os viajantes e quem acomoda pode ser ganhar uns trocos extra no final do mês.

   

Cuidado: Aplicações VPN para Android mostram graves problemas de segurança

Claro que, tal como o Uber, este serviço está a gerar imensa polémica com Governos e Institutos de Turismo. Quem alberga os turistas não conta com nenhum alvará para poder exercer este tipo de acomodação e o dilema é sempre o mesmo, será isto legal?
Afinal de contas, desde que desconte o valor, sou livre de arrendar o meu quarto a quem quiser certo? Mais uma vez comparo com o serviço de Uber, que não se identificam por taxistas, mas sim “condutores privados”.

De acordo com novas informações, a aplicação Airbnb dará em breve para dividir os valores de aluguel entre utilizadores, algo perfeito se vais numa viagem com amigos e não queres ficar na linha que alguém não te pague.

Foi ainda referido que a aplicação aceitará em breve múltiplas moedas, não ficarás com problemas de pagar em euros se o local apenas aceita “Pounds Sterling”.

A aplicação Airbnb é garantidamente interessante, mas mais interessante do que isso é a comunidade de empreendedores que fizeram disto negócio. Afinal de contas, não se precisa de um alvará para saber ter uma boa hospitalidade e qualidade no serviço.

Pessoalmente vou pela primeira vez experimentar o serviço quando formos à Mobile World Congress no próximo mês. Alugamos um apartamento, ao que parece, bem bacano com uma conexão à internet perfeita para vos trazer vídeos até dizer chega!

Lembro-te por isso para subscreveres o nosso Youtube aqui e não perderes pitada da viagem e novidades da MWC17.

Outros assuntos relevantes:

Apple iPhone 7 sobrevive a 13 horas num rio da Sibéria

Resultados obtidos pela Samsung no final de 2016 são surpreendentes

Alerta Android: o malware HummingBad volta a atacar!